09 DEZ 2019 | ATUALIZADO 11:51
ESTADO

Fogo foi controlado na noite desta sexta na região da Chapada do Apodi-RN

Incêndio havia começado na vegetação seca na região de Mulungu segunda-feira passada. Rapidamente avançou em duas direções na Chapadado Apodi, ameaçando a comunidade do Góis e os poços da Petrobras no Riacho da Forquilha
05/10/2019 08:39
Atualizado
05/10/2019 09:04
A+   A-  
Imagem 1 -  Bombeiros, trabalhadores rurais da região e brigadas de incêndio da Petrobras trabalhavam desde segunda-feira passada para conter as chamas.
Bombeiros, trabalhadores rurais da região e brigadas de incêndio da Petrobras trabalhavam desde segunda-feira passada para conter as chamas.
Cedida

Os moradores da chapada do Apodi informaram, através do presidente do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais,  Aquinaldo Fernandes, que o fogo está controlado, tanto na região do Perímetro Irrigado como na região do Riacho da Forquilha.

O fogo havia iniciado segunda-feira (05), no horário da tarde, perto da localidade de Mulungu, entre Apodi e Mossoró/RN. Se espalhou rapidamente em duas direções, queimando uma grande área de mata seca na direção do Riacho da Forquilha e o Góis.

As chamas começaram a ameaçar a comunidade do Góis e principalmente as unidades da Petrobras, devido a intensidade, ainda na noite de terça-feira. Apesar da gravidade, os bombeiros só foram acionados na quarta-feira.

Até então os trabalhos de combate as chamas estavam sendo feitos pelas brigadas de incêndio da Petrobras e pelos moradores da região, que construíram vários contrafogos para conseguir impedir que o fogo seguisse em várias direções.

No final da tarde de quarta-feira, os moradores e até os Bombeiros chegaram a declarar que as chamas estavam totalmente fora de controle, chegando a ameaçar avançar na direção do Estado do Ceará. O trabalho passou a ser intenso.

Nesta sexta-feira, 4, através da Assessoria, o Corpo de Bombeiros informou que o fogo estava perdendo força, muito embora outro foco tenha surgido na região do Perimetro Irrigado do DNOCs, onde moram mais ou menos 150 famílias.

O medo deste novo foco de incêndio é que atingisse os barracos e as criações de caprinos desta comunidade. Foram feitos esforços junto com o Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais da região e o fogo foi controlado.

Neste foco de incêndio, o trabalho de contenção das chamas contou com apoio também da Defesa Civil de Apodi, que usou um 3 carros pipas de propriedade de um particular e um trator.

Bombeiros Civil de Apodi juntamente com os moradores dos acampamentos Edivan Pinto e Santa Catarina. A Defesa Civil de Apodi usou um carro pipa de propriedade particular do senhor Cortez e um Trator com duas pipas.

A informação foi passada ao MOSSORÓ HOJE pelo presidente do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadores Rurais Aguinaldo Fernandes e confirmado pelo Corpo de Bombeiros. 

Notas

Ambiental do Brasil

Publicidades

Bolsas 100% MOSSORÓ

Outras Notícias

Deixe seu comentário