15 NOV 2019 | ATUALIZADO 18:56
POLÍCIA

Braço financeiro do PCC é preso pela PF na Cadeia Pública de Mossoró

Criminoso procurado pela PF, que havia sido detido pela PM durante o final de semana por roubo, agia como uma espécie de gerente financeiro da organização criminosa paulista, sendo o responsável pela contabilidade da contribuição mensal dos seus membros.
16/10/2019 12:28
Atualizado
17/10/2019 14:40
A+   A-  
Imagem 1 -  A ordem de prisão preventiva foi cumprida na Cadeia Pública de Mossoró pela Polícia Federal
A ordem de prisão preventiva foi cumprida na Cadeia Pública de Mossoró pela Polícia Federal
FOTO: DIVULGAÇÃO

Na manhã desta quarta-feira (16) a Polícia Federal cumpriu um mandado de prisão preventiva contra Diego Bruno Reinaldo Dantas, de 33 anos, em Mossoró-RN.O criminoso seria o braço financeiro do Primeiro Comando da Capital (PCC), na região.

Diego Bruno havia sido alvo da Operação Extração, deflagrada pela PF em setembro e, desde então, se encontrava foragido.

O cumprimento da ordem judicial ocorreu nas dependências da Cadeia Pública Manoel Onofre de Souza onde o acusado se encontra custodiado após ter sido detido por policiais militares no final de semana, envolvido numa ocorrência de roubo.

Indiciado anteriormente em inquérito da PF, o preso é suspeito de integrar a filial de uma facção criminosa paulista(no caso, o Primeiro Comando da Capital) com atuação no Rio Grande do Norte, fazendo frente ao Sindicato do RN.

Segundo apurado durante as investigações, ele agia como uma espécie de gerente financeiro da organização, sendo o responsável pela contabilidade da contribuição mensal dos seus membros.

Notas

Compra Notebook

Publicidades

Eleições 2020 MOSSORÓ

Outras Notícias

Deixe seu comentário