09 DEZ 2019 | ATUALIZADO 18:16
POLÍCIA

Em quatro ocorrências, três mortos e um baleado em Mossoró

Noite começou com assaltantes baleando um cidadão de 39 anos; Em seguida assaltantes atiraram na policia e um bandido morreu. Durante a madrugada, confronto entre bandidos deixou um morto nos Paredões. Ao amanhecer, um corpo carbonizado foi encontrado perto de Pedra Branca
13/11/2019 08:31
Atualizado
13/11/2019 11:59
A+   A-  
Imagem 1 -  Robocop morreu após atirar na Policia no bairro Belo Horizonte; teve também tentativa de latrocínio no Alto São Manoel, um corpo foi encontrado carbonizado às margens da BR 405 e um jovem foi morto a tiros no bairro Paredões
Robocop morreu após atirar na Policia no bairro Belo Horizonte; teve também tentativa de latrocínio no Alto São Manoel, um corpo foi encontrado carbonizado às margens da BR 405 e um jovem foi morto a tiros no bairro Paredões

Três mortos a tiros e um baleado nas últimas 12 horas na região de Mossoró. O primeiro baleado é um cidadão de 39 anos que tentou fugir de assaltantes no Grande Alto São Manoel.

Em seguida três bandidos armados trocaram tiros com a Polícia Militar no bairro Belo Horizonte. Um morreu e três fugiram. O carro foi apreendido e havia sangue na mala.

Já na madrugada desta quarta-feira (13), teve um confronto entre bandidos no bairro Paredões, que deixou um morto. Foram mais de 100 tiros.

Ao clarear do dia, um prestador de serviço de uma empresa terceirizadas da Petrobras encontrou um corpo carbonizado perto da comunidade de Pedra Branca.


Ocorrência 1

No caso do cidadão de 39 anos que foi baleado, os policiais militares narraram que a ocorrência começou na região do bairro Boa Vista.

Dois assaltantes numa moto tomaram uma camioneta de assalto e abandonaram a moto. Eles fugiram na direção do Alto São Manoel e tentaram tomar outra moto perto da UPA.

O piloto tentou fugir e foi baleado nas costas. A vítima foi socorrida para o Hospital Regional Tarcísio Maia e existe suspeitas de que a bala tenha atingido a coluna.

Os bandidos desistiram da moto da vítima que sofreu o tiro nas costas e conseguiram tomar outra de assalto na região da Alameda dos Cajueiros. A Polícia investiga o caso.


Ocorrência 2

A ocorrência dois foi no bairro Belo Horizonte. Uma equipe da Polícia Militar, em patrulhamento, se deparou com três homens num Uno Mille Vivace com queixa de roubo.

Os suspeitos tentaram afastar os policiais a tiros. Os policiais revidaram e terminaram por balear Luiz Eduardo Dias de Sousa, de 18 anos, o Robocop, que terminou morrendo.

Com o suspeito baleado, os policiais apreenderam um revólver calibre 38 com 5 munições, sendo que 4 deflagradas. Os demais suspeitos empreenderam fuga.

Na Rua João Damásio, que é muito estreita, os bandidos bateram o Uno Mille numa calçada e fugiram a pé. O veículo também foi apreendido e entregue na Delegacia de Plantão.

Numa avaliação rápida, os policiais perceberam que dentro do Uno Mille havia sangue na mala, como se alguém baleado tivesse sido transportado para desova neste veículo.

Esta informação foi relatada pelos policiais ao Blog Passando na Hora, de José Nilson Ferreira.


Ocorrência 3

Durante a madrugada, os bandidos se confrontaram na região do bairro Paredões, onde sábado foi morto a tiros o jovem Leonardo Lucas de Oliveira Almeida, de 22 anos.

Uma pessoa terminou baleada. Foi socorrida, mas morreu quando estava sendo levado para o Hospital Regional Tarcísio Maia. O corpo foi removido para identificação e exames no ITEP.

A princípio foi dito pela Polícia de que se tratava de Emerson Gabriel Rebouças Duarte, porém a mãe dele disse que o filho está dormindo, em casa. Garante que não se envolveu em troca de tiros.

Na verdade se tratava de Francisco Emerson Gabriel Maia Rodrigues, residente no mesmo bairro. 

A troca de tiros foi tão intensa que deixou os moradores assustados. Vários áudios com o tiroteio foram divulgados nas redes sociais pelos moradores.


Ocorrência 4

A ocorrência 4 pode ter relação com a ocorrência 2. Um corpo foi encontrado carbonizado nas imediações de uma unidade da Petrobras chamada de Pajeú, após Pedra Branca, na BR 405.

A suspeita é que os três suspeitos que foram abordados pela PM e reagiram no bairro Belo Horizonte, tenha matado e carbonizado este corpo nesta comunidade.

O corpo foi encontrado por um servidor de uma prestadora de serviço da Petrobras, no início da manhã desta quarta-feira. Neste momento, a Polícia está trabalhando no caso.

Os corpos foram e/ou serão examinados no Instituto Técnico-científico de Perícia. Os casos serão todos apurados em inquérito policial conduzido pela Policia Civil.


Notas

Ambiental do Brasil

Publicidades

Bolsas 100% MOSSORÓ

Outras Notícias

Deixe seu comentário