12 JUL 2020 | ATUALIZADO 18:52
POLÍCIA
13/11/2019 16:04
Atualizado
13/11/2019 18:55

Sargento da PM suspeito de matar ex-mulher é preso em Natal

A+   A-  
Dayana Deyse Oliveira de Lima, de 29 anos, já tinha uma medida protetiva contra Luiz Galdino da Silva, de 59 anos, desde março deste ano, por receber ameaças do ex-companheiro, que não aceitava o fim do relacionamento. A jovem foi morta na segunda-feira, 11.
Imagem 1 -  Dayana Deyse, que é técnica de enfermagem e trabalhava no  SAMU, foi morta a tiros na calçada da casa da mãe dela, nesta terça-feira, dia 12
Dayana Deyse, que é técnica de enfermagem e trabalhava no SAMU, foi morta a tiros na calçada da casa da mãe dela, nesta terça-feira, dia 12
FOTO: REPRODUÇÃO/REDES SOCIAIS

Na tarde desta quinta-feira (13) o Policial Militar Luiz Galdino da Silva, de 59 anos, suspeito de matar a ex-mulher, Dayana Deyse Oliveira de Lima, de 29 anos, se apresentou à polícia civil, na Divisão de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), em Natal.

Dayanna era técnica de enfermagem do SAMU e foi morta na noite de segunda-feira (11), atingida por disparos de arma de fogo, em frente à residência da mãe, no conjunto Parque das Dunas, Zona Norte da capital.

Na ocasião, testemunhas relataram que um homem chegou em um Fiat Siena, chamou pelo nome da vítima e depois efetuou vários disparos contra ela.

Os familiares de Dayana contaram que a jovem recebia ameaças dos ex-companheiro que não aceitava o fim do relacionamento. Por isso, ela havia entrado com pedido de medida protetiva com ele, que passou a valer em março deste ano.

Dayana Deyse Oliveira de Lima e Luiz Galdino da Silva tinham dois filhos pequenos. Um deles ainda chegou a ver a mãe sem vida na calçada.

Ao se apresentar na Policia Civil, já havia uma determinação judicial para prendê-lo.Após interrogado, o sargento PM foi conduzido ao Batalhão da Policia Militar, para aguardar decisão posterior da Justiça.

Notas

Compra Notebook

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário