21 JUL 2024 | ATUALIZADO 16:16
ESTADO
23/03/2020 11:29
Atualizado
14/07/2021 10:39

Formandos reforçam pedido de Isolda para antecipar formatura de medicina UERN

A+   A-  
Os 28 concluintes do curso de medicina assinaram um requerimento de urgência solicitando a universidade que a formatura deles seja antecipada, para que eles possam atuar no controle do coronavírus de forma imediata. Os formandos já compriram 9050 horas do curso, 1750 horas a mais do que o exigido pelo MEC.
Imagem 1 -
FOTO: REPRODUÇÃO

Por meio de requerimento, os 28 formandos do curso de Medicina da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) reforçaram o pedido da deputada Isolda Dantas, para que a formatura da turma seja antecipada e, assim, eles estejam aptos a reforçar as equipes de saúde no combate ao coronavírus.

No documento, os estudantes argumentam que a turma já cumpriu a carga horária total de 9050 horas, que representa 93,39% do curso de medicina.

Neste domingo, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, disse que vai antecipar a formatura de estudantes de medicina no país para o enfrentamento da pandemia do novo coronavírus.

“Nós vamos antecipar os meninos do sexto ano que falta um mês para se formar. Vamos acelerar. Esses meninos são jovens. Eles não têm experiência, mas eles podem fazer uma parte do atendimento. Eles tem 7.300 horas de capacitação. Faça uma imersão para eles. Não para o CTI, não para pilotar um aparelho multiparamétrico, mas ele pode muito bem ajudar” disse.

Diante da declaração do ministro, os estudantes do curso de Medicina da UERN ainda levaram em consideração que o número de hora já curmpridas por eles é superior ao citado.

Os concluintes também conseguiram garantir a inscrição no programa Mais Médicos, mediante ação judicial que tramita na 8ª vara federal, subseção judiciária de Mossoró/RN, tendo sido deferida tutela antecipada garantindo inscrição dos alunos no referido processo seletivo, mediante apresentação do certificado de conclusão de curso e consequente registro no CRM, apenas após a convocação do profissional para atuação.

Neste domingo, a deputada Isolda Dantas disse que está em diálogo com a governadora Fátima Bezerra para que antecipação da formatura seja possível e, assim, os novos médicos atuem no controle do coronavírus de forma imediata.

O documento conta com a assinatura dos 28 alunos.



Notas

Relativa

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário