07 JUN 2020 | ATUALIZADO 16:10
POLÍCIA
CEZAR ALVES
21/05/2020 19:17
Atualizado
21/05/2020 19:22

Polícia prende suspeito de matar o técnico da OI em Mossoró

A+   A-  
Suspeito preso tem 18 anos. Confessou o crime em detalhes. O outro acusado deste mesmo crime está sendo procurado pela Polícia; às 8h desta sexta-feira (22), o delegado Rafael Arraes deve falar a respeito deste caso na DEFUR
Imagem 1 -
FOTO: REPRODUÇÃO

A Polícia Civil conseguiu identificar os assassinos do técnico da OI Aribanaldo Soares da Silva, de 49 anos. Um suspeito está preso e confessou tudo. O outro está sendo procurado pela Polícia, que precisa de informação para prendê-los.

Breno de Oliveira Nunes, de 18 anos, residente na Ilha de Santa Luzia, detalhou que de fato foi latrocínio. O ataque ao técnico Aribanaldo era o terceiro naquela tarde do dia 14 de maio. Ele o comparsa já estavam numa motocicleta tomada de assalto.

A dupla viu Aribanaldo em frente de casa, arrumando umas ferramentas no porta malas do carro, e o abordou. Mesmo sem esboçar reação brusca e ter entregado o celular, o assaltante atirou em Aribanaldo. A bala transfixou e o matou.

Veja mais:

Técnico da Oi é morto com tiro nas costas na porta de casa em Mossoró

O crime foi registrado no bairro Sumaré, no mesmo dia que mais de 150 policiais civis haviam realizado buscas para prender 29 suspeitos de crimes de homicídio, tráfico de drogas e latrocínios na região leste de Mossoró.

Deste trabalho, até agora, 25 suspeitos já foram presos e outros 4 estão sendo procurados.

Já com relação aos assassinos de Aribanaldo, a investigação teve no comando o experiente delegado Rafael Arraes, que já esteve na homicídios.

Durante o trabalho, o delegado Rafael Arraes, da Delegacia Especializada em Furtos e Roubos (DEFUR), conseguiu chegar ao suspeito Breno Nunes, que tratou de entregar espontaneamente o comparsa, que está sendo procurado.

O delegado Rafael Arraes deve divulgar, através da imprensa, mais informações sobre este caso no início da manhã desta sexta-feira (22), na DEFUR.

Para ele, o caso está esclarecido e agora é uma questão de tempo para prender o outro assassino.

Se você tem informações sobre o caso, deve ligar para 181.


Notas

Compra Notebook

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário