30 SET 2020 | ATUALIZADO 12:39
ESTADO
ANNA PAULA BRITO
05/06/2020 12:38
Atualizado
05/06/2020 12:43

Covid-19: Com adoção de Lockdown Itaú zera número de casos da doença

A+   A-  
O prefeito Ciro Bezerra decretou o bloqueio total da cidade de 12 a 31 de maio, após 11 pessoas terem diagnóstico positivo para a Covid-19. Com um resultado positivo, tendo todos os casos confirmados recuperados e sem registrar nenhuma nova ocorrência, em 1º de junho a gestão começou a flexibilizar as medidas de isolamento e retomada gradual da economia.
Imagem 1 -
FOTO: REPRODUÇÃO

A equipe do MOSSORÓ HOJE conversou na manhã desta sexta-feira (5) com o Prefeito do município de Itaú, na região do Alto Oeste do Estado, sobre os resultados alcançado com o decreto de lockdown na cidade.

Itaú foi a primeira cidade do Rio Grande do Norte a decretar o bloqueio total para combater o novo coronavírus. O decreto vigorou de 12 a 31 de maio, após 11 moradores terem sido diagnosticados com Covid-19.

O Prefeito Ciro Bezerra explicou que o resultado do lockdown foi muito positivo, tendo conseguido reduzir a circulação de veículos e pessoas em mais de 80% no período.

“Naquele momento foi necessário fazer o Lockdown para que pudéssemos fazer um bloqueio no caso 1. Isso permitiu que os cidadãos do nosso município se isolassem, diminuindo o contato com outras pessoas tanto da cidade como de cidades circunvizinhas”, explicou.

Com o isolamento a cidade conseguiu zerar as infecções. Nesta sexta, de acordo com o boletim cedido pelo gestor, Itaú tem apenas 9 casos suspeitos e dos 14 pacientes que haviam sido confirmados com a doença, todos conseguiram se recuperar. A cidade também não registrou óbitos.

O prefeito explica que segue mantendo medidas de isolamento, mas que, desde o dia 1º de junho, vem permitindo a flexibilização gradual e a retomadas de alguns setores da economia.

“O decreto do lockdown encerrou dia 31 de maio e o novo decreto, que tem validade até o dia 15 de junho, flexibiliza várias atividades na cidade, ou seja, vários estabelecimentos que estavam proibidos no lockdown tem permissão para abrir a partir de agora”, conta.

Ciro Bezerra disse que ainda há no município de Itaú uma fiscalização constante, principalmente agora com a flexibilização, para garantir que a população não “abuse” e a cidade volte registrar casos da Covid-19.

“Nossa equipe de vigilância sanitária, equipe de segurança e os próprios fiscais de tributos e meio ambiente todos estão trabalhando e fazendo essa fiscalização para não permitir que pessoas abusam da flexibilização de andar, de ter contato com outras, bem como os comércios estão sendo fiscalizado por essas mesmas equipes para cumprirem o que está posto no decreto 027, ou seja, tem que seguir as normas de Higiene, uso de máscara, álcool em gel tanto para os funcionários com para os clientes, distanciamento social”, conclui.

No início desta semana, o Comitê Científico de Combate ao Coronavírus do Consórcio Nordeste voltou a sugerir a adoção de medidas mais duras de isolamento social para as cidade de Mossoró e Natal, devido ao altos número que as duas maiores cidades do estado vêm registrando, além de não terem atingido o pico de contaminação.

Veja mais:

Comitê volta a recomendar adoção imediata de lockdown em Mossoró e Natal



Notas

AME

Outras Notícias

Deixe seu comentário