09 JUL 2020 | ATUALIZADO 12:36
POLÍCIA
24/06/2020 18:42
Atualizado
24/06/2020 18:42

Suspeito de maus-tratos contra animais e profanação de sepultura é preso no RN

A+   A-  
Os crimes aconteceram no cemitério de Pau dos Ferros. Francisco Canindé Lima Pereira, 38 anos, foi preso nesta terça-feira (23). Ele confessou que matou um gato e uma galinha e os colocou em uma sepultura cercados de velas, cigarros e bebida alcoólica para, segundo ele, fazer um culto que o livrasse de umas ulcerações em seu corpo.
Imagem 1 -
FOTO: REPRODUÇÃO/ILUSTRATIVA

Um homem identificado como Francisco Canindé Lima Pereira, 38 anos, foi preso nesta terça-feira (23), na cidade de Francisco Dantas, por suspeita da prática dos crimes de profanação de sepultura e maus-tratos contra animais.

Os crimes aconteceram na cidade de Pau dos Ferros. O suspeito teria exposto a imagem de um gato morto, de forma aparentemente cruel, sobre uma sepultura de um cemitério da cidade, cercado de velas, cigarros e bebida alcoólica.

Ao ter conhecimento das fotos, a polícia civil iniciou as investigações que levaram até Francisco Canindé. Nesta terça-feira (24), no mesmo cemitério, foi encontrada uma galinha morta, em circunstâncias semelhantes.

O suspeito foi identificado pelos policiais e conduzido à delegacia, onde confessou a prática dos crimes. Ele alegou que estava fazendo cultos para se curar de ulcerações que estavam aparecendo em seu corpo.

De acordo com Andson Rodrigo, delegado regional da 4ª DRP, a conduta do suspeito não se enquadra na livre e regular manifestação de crença/religião. “O local não era apropriado e a ação gerou sofrimento demasiado ao animal”, explicou o delegado.

Francisco Canindé foi autuado em flagrante e conduzido ao sistema prisional, onde ficará à disposição da justiça. A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.


Notas

Compra Notebook

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário