31 OUT 2020 | ATUALIZADO 18:58
POLÍCIA
Com informações do DEICOR
18/10/2020 13:49
Atualizado
18/10/2020 14:10

Deicor prende vereador e mais 5 com arsenal de armas em João Dias-RN

A+   A-  
No momento da abordagem, o vereador Laete Jácome de Oliveira jogou mais de 15 mil reais em dinheiro por cima do muro. Ele acreditava que fosse uma ação da Justiça Eleitoral e na verdade se tratava de uma ação da Justiça Criminal procurando seus quatro filhos procurados pela Justiça e terminou prendendo outros 5 homens, que estavam bem armados.
Imagem 1 -  No momento da abordagem, o vereador Laete Jácome de Oliveira jogou mais de 15 mil reais em dinheiro por cima do muro. Ele acreditava que fosse uma ação da Justiça Eleitoral e na verdade se tratava de uma ação da Justiça Criminal procurando seus quatro filhos procurados pela Justiça e terminou prendendo outros 5 homens, que estavam bem armados.
No momento da abordagem, o vereador Laete Jácome de Oliveira jogou mais de 15 mil reais em dinheiro por cima do muro. Ele acreditava que fosse uma ação da Justiça Eleitoral e na verdade se tratava de uma ação da Justiça Criminal procurando seus quatro filhos procurados pela Justiça e terminou prendendo outros 5 homens, que estavam bem armados.
Foto: Deicor

O vereador Laete Jácome de Oliveira (64 anos), de João Dias-RN, ao ter sua casa cercada por policiais neste sábado 17, jogou mais de R$ 15 mil reais em dinheiro por cima do muro. Ele acreditava que se tratava de ação de busca e apreensão do Ministério Público Eleitoral.

Entretanto, não se tratava de ação eleitoral. Era criminal. Os homens da Divisão Especializada de Combate ao Crime Organizado (Deicor), estava com ordens da justiça para procurar os 4 filhos do vereador Laete Jácome de Oliveira, que são procurados pela Justiça, no endereço.

Na abordagem, os policiais não encontraram os filhos do vereador foragidos da Justiça, mas apreenderam um arsenal em armas de grosso calibre e pelo menos cinco homens suspeitos. Um dos suspeitos já está comprovado que se trata de um foragido de Justiça, de Upanema.

Foram presos:

LAETE JÁCOME DE OLIVEIRA, vereador, proprietário da casa.

DAMIÃO LUIZ DA SILVA, vulgo "Damião", natural de Upanema, com 43 anos de idade, foragido da justiça, com 01 mandado em aberto;

DAVI DOS SANTOS CHAVES, vulgo "Davi", natural de Fortaleza/CE, com 25 anos de idade;

RIAN COSTA BRUNO, vulgo "Rian", natural de Fortaleza/CE, com 32 anos de idade;

ISRAEL NASCIMENTO DA SILVA, vulgo "Israel", natural de Fortaleza/CE, com 24 anos;

FRANCISCO DE ASSIS DA SILVA, vulgo "Chico", natural de João Dias, com 47 anos de idade.

Dentro da residência, com os suspeitos, foram apreendidos:

2 espingardas calibre 12, com 100 munições do mesmo calibre

2 rifles calibre 38, com 103 munições do mesmo calibre

3 pistolas calibres 380, com 80 munições.

No momento que a Polícia chegou à casa do vereador, o mesmo se recusou a abrir a porta, para que os policiais realizassem a busca determinada pela Justiça. Foi necessário usar a força para abrir a porta e assim cumpri a ordem dada pela Justiça.

Neste momento, foram jogados por cima do mundo a quantia de R$ R$ 15.535, 00. O dinheiro seria o vereador e ele jogou o dinheiro por cima do muro porque desconfiava que se tratava de uma ação do Ministério Público Eleitoral e não de uma ação para prender os seus filhos.

Todos foram autuados por receptação e posse ilegal de arma de fogo. Concluídos os procedimentos, os suspeitos foram entregues ao Sistema Prisional do Rio Grande do Norte, entre eles o vereador Laete Jácome de Oliveira.

Ciclo de violência

O município de João Dias, que fica no Alto Oeste do Rio Grande do Norte, divisão pela região serrana com o Estado da Paraíba, vive um momento de tensão. Já ocorreram vários municípios tanto na cidade como na zona rural. Acredita-se que os quatro irmãos foragidos estejam envolvidos de alguma forma com estas ocorrências e o caso passou a ser investigado pelo DEICOR, que após esta ação, vai expandir as buscas para prender os irmãos Jácome.


Notas

AME

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário