04 MAR 2021 | ATUALIZADO 08:44
MOSSORÓ
23/02/2021 12:24
Atualizado
23/02/2021 12:24

CMM adota novas medidas para evitar a disseminação da Covid-19

A+   A-  
As medidas incluem adoção do sistema Home Office para servidores dos grupos de risco, além da limitação de acesso às dependências do prédio, suspensão temporária de audiências públicas, dentre outras. A determinação do presidente da Câmara, Lawrence Amorim (SD), inicia nesta terça-feira (23) e vale pelos próximos 14 dias.
Imagem 1 -
FOTO: EDILBERTO BARROS

Por causa do aumento no número de casos de Covid-19 no Rio Grande do Norte, a Câmara Municipal de Mossoró, por meio do presidente Lawrence Amorim (SD), adotou novas medidas para evitar a disseminação da doença.

Para aqueles servidores que possuírem alguma doença crônica, que forem maiores de 60 anos ou para as servidoras que estiverem amamentando ou gestantes, o trabalho deverá ser realizado no modo Home Office.

O acesso ao prédio da Câmara e ao plenário também será limitado, para evitar aglomerações. A entrada de visitantes só será permitida mediante agendamento prévio. Sessões solenes e audiências públicas estão temporariamente suspensas.

Estas medidas, inicialmente, valerão por 14 dias, contados a partir desta terça-feira, 23. O uso obrigatório de máscaras do tipo cirúrgica nas dependências da Câmara, a medição de temperatura das pessoas que acessam o Poder Legislativo e a higienização frequente dos ambientes continuam valendo por tempo indeterminado.


Notas

Posto JP Fevereiro de 2021

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário