26 JUN 2022 | ATUALIZADO 12:59
MOSSORÓ
Da redação
14/10/2015 09:48
Atualizado
12/12/2018 09:35

Cortes garantem manutenção de serviços básicos, diz prefeito

A+   A-  
Francisco José Júnior apresentou plano de enfrentamento à crise nesta terça (13), que visca reduzir R$9 milhões até o fim do ano
Imagem 1 -  Cortes garantem manutenção de serviços básicos, diz prefeito
Cézar Alves

Ao apresentar nesta terça-feira (13), o Plano Municipal de Enfrentamento à Crise Econômica, o prefeito de Mossoró, Francisco José Júnior, reforçou que as medidas são necessárias para garantir a manutenção dos investimentos em áreas prioritárias, como saúde, segurança e educação.

Conheça as medidas apresentadas pela Prefeitura de Mossoró para economia de R$9 milhões: AQUI

Desde que assumiu a gestão, Silveira tem direcionado atenção especial para esses setores, com resultados já comprovados e reconhecidos pela população.
 
Indicadores mostram que as áreas de saúde, segurança e educação avançaram em Mossoró, reflexo dos altos investimentos promovidos pela atual administração do Poder Executivo municipal.

"O pacote de redução de despesas, com expectativa de economizarmos em média R$ 9 milhões até dezembro, não trará prejuízos para esses setores. A população pode ficar tranquila quanto a isso. Estamos cortando na própria carne justamente para evitar que áreas prioritárias sejam afetadas", destaca Francisco José Júnior.
 
Mesmo com a crise nacional que tem comprometido de forma significativa as finanças do Município, com frustrações mensais de receitas, o prefeito de Mossoró também garante à população que os serviços essenciais não serão prejudicados.

"Os cortes são necessários diante do cenário atual, se não forem feitos, a situação pode se agravar, mas os mossoroenses sabem do nosso compromisso com a cidade, por isso, reafirmo que os investimentos e serviços essenciais e em áreas prioritárias estão mantidos", conclui.

Câmara Municipal

Para o presidente do legislativo municipal, o vereador Jório Nogueira, as medidas adotadas pelo prefeito Francisco José Silveira Júnior para a economia de R$9 milhões até o fim do ano, são "vistas com bons olhos", mediante a crise econômica em todo o país.

Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário