19 OUT 2021 | ATUALIZADO 18:25
POLÍCIA
ANNA PAULA BRITO
21/09/2021 17:49
Atualizado
21/09/2021 17:49

Foragido no caso “Neto de Nilton” também participou da execução do soldado Ildônio, em Caraúbas

A+   A-  
A Polícia Civil segue a procura do foragido da justiça Antônio Alcivan Fernandes Júnior, o “Juninho Mangueira” ou “Macaíba”, com mandado de prisão em aberto pelo homicídio de Raimundo Gonçalves Lima Neto, conhecido como “Neto de Nilton”, no dia 11 de abril de 2020, entre Janduís e Campo Grande. O foragido, considerado extremamente perigoso, já possui 8 mandados de prisão por crimes de tráfico, roubo e homicídios, incluindo, também, o do cabo da PM Ildônio José da Silva, ocorrido no ano de 2018.
Imagem 1 -
FOTO: CEDIDA

A Polícia Civil segue realizando diligências à procura de Antônio Alcivan Fernandes Júnior, o “Juninho Mangueira” ou “Macaíba”, foragido no caso do homicídio de Raimundo Gonçalves Lima Neto, conhecido como “Neto de Nilton”, ocorrido em 11 de abril de 2020, entre Janduís e Campo Grande.

Neste momento da investigação, que tem à frente os delegados Odilon Teodósio e Paulo Nilo, ele é o único que ainda não foi detido pelo crime. 8 envolvidos já estão presos. A segunda fase da investigação segue para descobrir o mandante da execução.

Veja mais:

Polícia prende mais um pistoleiro suspeito da execução de “Neto de Nilton” em Janduís


De acordo com o delegado Odilon Teodósio, Juninho Manqueira é considerado um dos maiores terrores da região de Caraúbas, tendo, inclusive, participado de outro homicídio que causou grande comoção na região, o do cabo da PM Ildônio José da Silva, ocorrido no ano de 2018.

Veja mais:

"Eles entraram direto para o policial, eles sabiam que era policial”, relata estudante sobre morte de PM


Antônio Alcivan já possui 8 mandados de prisão por crimes de tráfico, roubo e homicídio e vem sendo procurado há anos, estando o cerco a ele sido intensificado pela força-tarefa montada para investigar o caso do homicídio de Neto de Nilton.


Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário