22 JAN 2022 | ATUALIZADO 14:11
POLÍCIA
29/11/2021 16:10
Atualizado
29/11/2021 16:10

RN apresenta redução de 28,9% nos casos de homicídios na atual gestão

A+   A-  
Os dados são da Coordenadoria de Informações Estatísticas e Análises Criminais (Coine). Este quantitativo corresponde aos 1.064 dias da atual gestão, em comparação ao mesmo total de dias da gestão passada. Ao todo, foram 1.700 vidas salvas desde 1º de janeiro de 2019.
Imagem 1 -
FOTO: CEDIDA

Dentro da política de preservação de vidas do povo do Rio Grande do Norte, a segurança pública do estado atingiu mais um índice positivo. Após 1.064 dias de gestão da professora Fátima Bezerra, o estado chegou à marca de 1.700 vidas salvas.

Este quantitativo corresponde, no mesmo total de dias da gestão passada, a uma redução de 28,9% no total de mortes violentas, as chamadas Condutas Violentos Letais Intencionais (CVLIs) .

"Desde que assumimos, colocamos como prioridade a segurança pública do Rio Grande do Norte. Esses números são resultado de muito trabalho das nossas forças de segurança e também da valorização do nosso Governo para essa importante categoria que enfrenta no seu dia-a-dia a criminalidade e a violência. Tivemos, por exemplo, uma redução de 50% dos crimes de feminicídio e isso se dá às medidas que tomamos para proteger as mulheres desse tipo de crime. Poupar vidas, combater a criminalidade e a violência são prerrogativas de um governo comprometido com a sua população", disse a governadora Fátima Bezerra.

Com base nas informações fornecidas pela Coordenadoria de Informações Estatísticas e Análises Criminais (Coine), o Rio Grande do Norte registrou 4.174 CVLIs no período de 1º de janeiro de 2019 a 29 de novembro de 2021, o que corresponde a uma redução de 28,9% comparado ao mesmo período de 1.064 dias da última gestão, quando foram registrados 5.874 CVLIs entre 1º de janeiro de 2015 e 29 de novembro de 2017.

Diante dos índices positivos no comparativo entre as gestões, os números de homicídios dolosos e de feminicídio apresentaram reduções significativas.

Nas condutas caracterizadas como 'homicídio doloso' no período da gestão anterior, foram apontados 4.815 crimes, contra 3.280 da atual gestão (redução de 31,9%).

Entre as ocorrências de 'feminicídios', houve queda de 106 crimes no período 2015-2017, para 53 registros no período 2019-2021 (diminuição de 50%).

"Chegarmos à marca de 1.700 vidas salvas em pouco mais de 1.000 dias de gestão é um feito que merece ser destacado. É um mérito da gestão da professora Fátima Bezerra. E este número é resultado de um trabalho conjunto e integrado que envolve todas as nossas forças de segurança, de policiais e agentes de segurança abnegados ”, ressaltou o coronel Francisco Araújo, titular da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (SESED).


Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário