17 JUN 2024 | ATUALIZADO 17:27
NACIONAL
POR LEANDRO MAZZINI E WALMOR PARENTE
17/02/2022 08:17
Atualizado
21/02/2022 11:01

[COLUNA ESPLANADA] Partidos miram a sucessão nos comandos da Câmara e do Senado em 2023

A+   A-  
Encabeçadas pelo PT, que tem o ex-presidente Lula da Silva líder com folga nas pesquisas, as articulações vislumbram o aumento das bancadas de deputados e senadores para fazer frente aos projetos de reeleição de Arthur Lira (PP-AL) e de Rodrigo Pacheco (PSD-MG). Claro: os cenários são desenhados com base em eventual vitória de Lula.
Imagem 1 -
FOTO: REPRODUÇÃO

COLUNA ESPLANADA

Leandro Mazzini e Walmor Parente

Com Carolina Freitas e Sara Moreira


BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2022 - Nº 3288

Sucessão

As costuras dos partidos de oposição em torno da formação de uma federação também miram a sucessão nos comandos da Câmara dos Deputados e do Senado Federal em 2023. Encabeçadas pelo PT, que tem o ex-presidente Lula da Silva líder com folga nas pesquisas, as articulações vislumbram o aumento das bancadas de deputados e senadores para fazer frente aos projetos de reeleição de Arthur Lira (PP-AL) e de Rodrigo Pacheco (PSD-MG). Claro: os cenários são desenhados com base em eventual vitória de Lula. 

Severino & Cunha

Nos governos de Lula e Dilma, a Câmara foi comandada por dois adversários: Severino Cavalvanti e Eduardo Cunha, que pavimentou a queda da petista.

Minoria

As conversas para formação da federação envolvem PT, PSB, PC do B e PV. Atualmente, esses partidos têm pouco mais de 90 deputados.

Fim do namoro

A ministra Damares Alves até estava com um pé no PTB. Mas o namoro foi desfeito após a aguda autofagia do partido de Roberto Jefferson.

De volta

Eminência parda do MDB, o ex-senador Romero Jucá (RR) voltou à cena e assumiu a interlocução nas tratativas para possível aliança nacional com o recém-oficializado União Brasil e o PSDB.

Gargalos

Jucá quer voltar ao Senado Federal após ser derrotado em 2018 e tem a missão de mapear e tentar contornar gargalos regionais para selar a federação com os tucanos e o partido de Luciano Bivar (PE).

Promoção

Alvo de questionamentos do Supremo Tribunal Federal, o médico olavista Hélio Angotti foi promovido: vai ocupar o lugar de Mayra Pinheiro (“Capitã Cloroquina”) no comando da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde (SGTES).

Mais um

O prefeito de Betim, Vittorio Medioli (sem partido), desponta como mais um provável candidato ao governo de Minas Gerais. Ele saiu do PSD e tem conversado com Podemos e União Brasil para a disputa contra o governador Romeu Zema (Novo) e o prefeito de BH, Alexandre Kalil (PSD).

Conforto

Um decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) em janeiro garantiu conforto na controversa viagem – em classe executiva - do secretário especial da Cultura, Mario Frias, a Nova York.

Colateral

As passagens de Frias, ida e volta, custaram R$ 26 mil. No decreto, Bolsonaro justifica que a liberação da classe executiva tem o objetivo de atenuar "eventuais efeitos colaterais em face de déficit de ergonomia".

Necropolítica

Vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos, o deputado Orlando Silva (PCdoB-SP) cobra apuração e punição aos criminosos que mataram o congolês Moise Kabagambe. O parlamentar cita que 74% das pessoas que tiveram amigos ou parentes mortos pela polícia no Rio são negras: “É a necropolítica”.

Industriais

Instituído em 2018, o Conselho Federal de Técnicos Industriais (CFT) realizará eleição, em abril, para escolher a nova diretoria que estará diante de um orçamento perto de R$ 200 milhões por ano e mais de 600 mil técnicos registrados. A entidade representa uma categoria que está nos pilares da infraestrutura do Brasil, tais como telecomunicações, energia, transporte e construção.

Flor da pele

Não é de se admirar que os ânimos estejam à flor da pele com direito a Fake News, tentativa de cancelamento da eleição e muito debate com decibéis alterados. Importante lembrar que além do poder gerador de riqueza na economia, a categoria conta também com membros ilustres como o ex-presidente Lula e o deputado Vicentinho (PT-SP), entre outros.

Alto mar

Pelas condecorações recebidas ultimamente das Forças Armadas, mais precisamente da Marinha do Brasil, é possível supor que o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), praticamente nasceu em alto mar. O alagoano traz no currículo as medalhas Amigo da Marinha, Ordem do Mérito da Defesa e a de Mérito Naval.

ESPLANADEIRA

# Acontece em 22 de fevereiro e 8 de março Jornada Educacional Financeira para Mulheres de Valor (online). # Fábio Alonso conversa hoje com jornalista Neila Medeiros sobre "Volta às aulas com prevenção”, pelo @neila_m. # Duda Oliveira abre hoje "Universo Construtivo"; com peça "Dores do Parto", no Museu Correios de Brasília. # Médica Juliana Gabriel cria coletivo profissional de saúde e educação, TRIBU. # Auddas promove, dia 22, mentoria gratuita sobre “Planejamento estratégico: como preparar a empresa para o crescimento sustentável”.

Notas

Relativa

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário