22 MAI 2024 | ATUALIZADO 23:42
MOSSORÓ
18/11/2023 16:40
Atualizado
18/11/2023 16:40

Papa Francisco nomeia dom Francisco de Sales como novo bispo da Diocese de Mossoró

A+   A-  
Dom Mariano Manzana fez o pedido de renúncia, em razão da idade, ao governo pastoral da diocese de Mossoró, no Rio Grande do Norte. E neste sábado (18), o Papa Francisco nomeou dom Francisco de Sales Alencar, atual bispo de Cajazeiras na Paraíba para a Diocese de Santa Luzia de Mossoró. Dom Francisco nasceu no dia 17 de abril de 1968 em Araripina, em Pernambuco e foi ordenado sacerdote em 29 de Novembro de 1995. Atualmente dom Francisco é presidente do regional Nordeste 2 da CNBB.
Imagem 1 -  Dom Mariano Manzana fez o pedido de renúncia, em razão da idade, ao governo pastoral da diocese de Mossoró, no Rio Grande do Norte. E neste sábado (18), o Papa Francisco nomeou dom Francisco de Sales Alencar, atual bispo de Cajazeiras na Paraíba para a Diocese de Santa Luzia de Mossoró. Dom Francisco nasceu no dia 17 de abril de 1968 em Araripina, em Pernambuco e foi ordenado sacerdote em 29 de Novembro de 1995. Atualmente dom Francisco é presidente do regional Nordeste 2 da CNBB.
Dom Mariano Manzana fez o pedido de renúncia, em razão da idade, ao governo pastoral da diocese de Mossoró, no Rio Grande do Norte. E neste sábado (18), o Papa Francisco nomeou dom Francisco de Sales Alencar, atual bispo de Cajazeiras na Paraíba para a Diocese de Santa Luzia de Mossoró. Dom Francisco nasceu no dia 17 de abril de 1968 em Araripina, em Pernambuco e foi ordenado sacerdote em 29 de Novembro de 1995. Atualmente dom Francisco é presidente do regional Nordeste 2 da CNBB.

O Papa Francisco acolheu nesse sábado (18), o pedido de renúncia, em razão da idade, apresentado pelo Bispo  dom Mariano Manzana ao governo pastoral da diocese de Mossoró, no Rio Grande do Norte.

No mesmo ato, o Papa nomeou dom Francisco de Sales Alencar, atual bispo de Cajazeiras na Paraíba, para a Diocese de Santa Luzia de Mossoró.

A presidência da CNBB enviou saudação ao novo bispo e agradecimento ao emérito. 

Dom Francisco de Sales nasceu no dia 17 de abril de 1968 em Araripina, em Pernambuco. Ele fez a profissão religiosa na Ordem dos Freis Carmelitas no dia 24 de janeiro de 1988 e foi ordenado sacerdote em 29 de Novembro de 1995. Ele completou seus estudos de Filosofia no Instituto Salesiano de Filosofia (Insaf), em Olinda (PE), e de Teologia e Filosofia na Milltown, Dublin, capital da Irlanda. Em seguida,  obteve uma licenciatura em Teologia Espiritual no Pontifício Instituto de Espiritualidade Teresianum de Roma.

Durante o seu ministério sacerdotal exerceu os seguintes cargos: Formador dos estudantes de filosofia; Reitor da Basílica do Carmo, em Recife; pastor, Conselheiro e Prior Provincial da Província Carmelitana de Pernambuco. Em 2011, assumiu em Roma, o ofício de vice-prior do Centro Internacional Santo Alberto, e, em 2014, assumiu a função de secretário-geral da Ordem do Carmo, e também presidente da Comissão Internacional para a Liturgia e Oração, além de ser membro da Comissão Internacional de Evangelização e Missão.

Foi nomeado pelo Papa Francisco em junho de 2016 como bispo de Cajazeiras, município do sertão paraibano. E em abril de 2023, foi eleito durante a 60ª AG CNBB, como presidente do regional Nordeste 2 da CNBB, para o quadriênio de 2023 a 2027. Na gestão anterior, dom Francisco exercia a função de secretário.

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) manifestou gratidão a dom Mariano pelo seu ministério episcopal e, sobretudo, por sua vida doada à Igreja no Brasil nestes quase 19 anos de presença na Igreja Particular de Mossoró, no Rio Grande do Norte.

"A diocese, da qual agora se torna emérito após anos de pastoreio, expressa o que traduz o seu lema episcopal “Cristo para todos”, uma Igreja missionária e que contou com a reorganização do serviço pastoral com a criação de novas paróquias e inúmeros projetos como as Santas Missões Populares, o Seminário Maior e a Faculdade Diocesana de Mossoró. Que agora, nesta nova fase de seu ministério, o senhor continue servindo com a plena consciência de que a emeritude implica também num momento novo de sua missão para o bem da Igreja".

Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário