13 ABR 2024 | ATUALIZADO 13:43
EDUCAÇÃO
02/02/2024 06:16
Atualizado
02/02/2024 09:41

UFERSA forma trinta e a UERN vinte e cinco novos médicos em Mossoró-RN

A+   A-  
Colação de grau dos formandos da UFERSA aconteceu no dia 27 de janeiro de 2024, no Auditório da UFERSA, em solenidade presidida pela reitora Ludimila Olieira. Já a colação de grau dos formando da UERN (FOTO) aconteceu no Teatro Municipal Dix Huit Rosado, em solenidade presidida pela reitora Cicilia Maia. Fotos Bruno Soares
Imagem 1 -  Colação de grau dos formandos da UFERSA aconteceu no dia 27 de janeiro de 2024, no Auditório da UFERSA, em solenidade presidida pela reitora Ludimila Olieira. Já a colação de grau dos formando da UERN (FOTO) aconteceu no Teatro Municipal Dix Huit Rosado, em solenidade presidida pela reitora Cicilia Maia. Fotos Bruno Soares
Colação de grau dos formandos da UFERSA aconteceu no dia 27 de janeiro de 2024, no Auditório da UFERSA, em solenidade presidida pela reitora Ludimila Olieira. Já a colação de grau dos formando da UERN (FOTO) aconteceu no Teatro Municipal Dix Huit Rosado, em solenidade presidida pela reitora Cicilia Maia. Fotos Bruno Soares
Fotos: Bruno Soares/Agecom

Em uma solenidade de colação de grau inédita e histórica no estado potiguar, 25 formandos do curso de Medicina da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern) receberam, ao mesmo tempo, os tão sonhados diplomas e as carteiras de registro profissional do Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio Grande do Norte (Cremern).

Motivo de festa em dobro para formandos(as), familiares e amigos(as), no Teatro Dix-huit Rosado, em Mossoró, na tarde de hoje, 01. Os agora médicos e médicas são oriundos da Turma 18 da Faculdade de Ciências da Saúde (Facs) e já estão aptos a ingressar no mercado de trabalho.

A solenidade foi presidida pela reitora Cicília Maia, que parabenizou os(as) formandos(as) e seus familiares, ressaltou a parceria com a entidade de classe e desejou sucesso aos novos profissionais da saúde.

“Este marco histórico simboliza o comprometimento da Universidade de capacitar e celebrar seus médicos e médicas recém-formados e recém-formadas proporcionando-lhes não apenas o diploma, mas também o instrumento oficial que os legítíma como profissionais da medicina”, discursou a reitora.

Para Cicília, essa iniciativa reflete a importância da Uern em valorizar cada etapa da jornada acadêmica, enaltecendo o ingresso dos graduados e das graduadas no exercício responsável e ético da profissão.

A formanda Isabella Nogueira Rodrigues conduziu o tradicional Juramento de Hipócrates, no qual os(as) médicos(as), por ocasião de sua formatura, juram praticar a medicina ética e honestamente.

Layara Gomes da Fonseca, escolhida como oradora da turma, relembrou momentos marcantes ao longo da trajetória dos(as) colegas, com a pandemia no meio do caminho e a distância dos familiares nos seis anos de graduação. A maioria dos(as) discentes do curso são de outras cidades e estados brasileiros.

“Nós nos fizemos crescer, nós nos apoiamos, ligamos, fomos companhias, escuta, vindo de tão longe por ver que fomos a família uns dos outros. Quando a saudade de casa bateu e não tivemos o almoço de um domingo de consolo, na angústia e sensação que não tiveram um colo para ter fim, encontramos em nós o apoio necessário. Sabemos o que passamos juntos para chegar até aqui. Nos unimos nos trabalhos de sala, nos preparávamos para a prova, no internato. Lembraremos de todos os churrascos, dos grupos de estudos, dos cafés da tarde, de companhia para o mercado ou para fazer um absoluto nada”, relembrou.

O paraninfo da turma, professor Fabiano Rodrigues Maximino, direcionou parte do seu discurso para exaltar o desempenho dos(as) então estudantes.

“Essa turma é diferente das outras no sentido de que, antes mesmo de colar grau, um percentual enorme já conseguiu êxito nas provas de residência. E, para quem, no continente chamado Brasil, trabalha com educação de ensino superior médico, sabe que isso é muito difícil. As provas têm sido muito mais difíceis. E os pais, os familiares, os amigos, essa conquista deles é muito, muito merecedora. Uma conquista deles, uma conquista dos professores, uma conquista da universidade”, destacou o docente.

Cumprindo agenda em Brasília, o presidente do Cremern Marcos Jácome não pode estar presente, mas deixou uma mensagem parabenizando os(as) formandos e enaltecendo a iniciativa.

“Isto só foi possível devido ao esforço conjunto, fruto da parceria entre estas duas entidades sérias, confiáveis e comprometidas. A nossa autarquia tem a sensação de dever cumprido e reconhece o esforço e dedicação de seus conselheiros, diretores e colaboradores. Aproveito ainda para parabenizar a Uern através do seu corpo diretivo, docentes, colaboradores, pela missão assumida com galhardia”, enalteceu.

Representaram a entidade no evento os médicos Manoel Nobre (delegado do Cremern) e Marcus Augusto Fernandes (diretor corregedor).

Outros 30 se formaram na UFERSA esta semana

Após seis anos de muito esforço, os últimos oito médicos da primeira turma de Medicina na Universidade Federal Rural do Semi-Árido, ingressantes em 2016, 27 colaram grau no dia 27 de janeiro e três de forma antecipada, em Solenidade realizada na Sala dos Conselhos, no Prédio da Reitoria, em Mossoró.

No total, a UFERSA já diplomou 26 médicos, em quatro solenidades. Essa última, ainda devido à pandemia da Covid-19, aconteceu de forma híbrida com transmissão pelo Canal YouTube da Universidade e obedecendo todas as normas estabelecidas pelo Comitê de Biossegurança da UFERSA.

Assista à festa de formatura de 27 médicos na UFERSA.

Veja mais

UFERSA forma mais 30 médicos da primeira turma

Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário