13 ABR 2024 | ATUALIZADO 13:43
EDUCAÇÃO
03/02/2024 20:49
Atualizado
03/02/2024 21:52

Mossoró terá Centro Internacional de Inovação Tecnológica e Mecanização da Agricultura Familiar

A+   A-  
Criação do órgão de compartilhamento de conhecimento entre Brasil e China foi definido neste sábado, 3, na Reitoria da UERN, no Centro de Mossoró-RN. A reitora Cicilia Maia tratou da parceria com uma comitiva da Univesidade Agrícola da China, representantes do Governo do Estado e da Assembléia Legislativa do Rio Grande do Norte. Este projeto vem a se somar com instalação em Mossoró de uma montadora de tratores para servir a agricultura familiar.
Imagem 1 -  Criação do órgão de compartilhamento de conhecimento entre Brasil e China foi definido neste sábado, 3, na Reitoria da UERN, no Centro de Mossoró-RN. A reitora Cicilia Maia tratou da parceria com uma comitiva da Univesidade Agrícola da China, representantes do Governo do Estado e da Assembléia Legislativa do Rio Grande do Norte.  Este projeto vem a se somar com instalação em Mossoró de uma montadora de tratores para servir a agricultura familiar.
Criação do órgão de compartilhamento de conhecimento entre Brasil e China foi definido neste sábado, 3, na Reitoria da UERN, no Centro de Mossoró-RN. A reitora Cicilia Maia tratou da parceria com uma comitiva da Univesidade Agrícola da China, representantes do Governo do Estado e da Assembléia Legislativa do Rio Grande do Norte. Este projeto vem a se somar com instalação em Mossoró de uma montadora de tratores para servir a agricultura familiar.

Neste sábado, a reitor a Cicília Maia, da UERN, recebeu uma delegação da China e técnicos do Governo do Estado, para iniciar os debates em torno da instalação do Centro Internacional de Inovação Tecnológica e Mecanização da Agricultura Familiar, em Mossoró-RN.

A comitiva chinesa chegou ao Rio Grande do Norte no dia 25 de janeiro, para firmar parcerias Brasil-China, com objetivo de mecanizar a Agricultura Familiar, a partir de um Centro de Testagem que foi inaugurado nesta sexta-feira, 2, em Apodi-RN.

Na ocasião da inauguração do Centro de Testagem, o líder do MST, João Pedro Stedile, anunciou que os chineses vão instalar em Mossoró uma montadora de máquinas do campo, para atender a demanda da agricultura familiar no Brasil.

Em entrevista exclusiva ao MH, o embaixador chinês, Zhu Qinapiao, disse que o governo chinês está focando dois setores centrais no Brasil: o automobilístico, através da BYD, que está chegando ao Brasil pela Bahia com carros elétricos, e através da Agricultura Familiar.

O embaixador destacou que a China está disposta em compartilhar tecnologias e também fazer investimentos, na área de comércio e também indústria no Brasil. Para Zhu Qinapião, os dois Países já têm 50 anos de história de parceria e agora vai fortalecer.

Além da montadora de máquinas do campo que está se propondo a instalar em Mossoró, o Governo Chinês, as empresas que estavam representadas na delegação, e a Universidade Agrícola da China, quer firmar parceria no ramo do conhecimento.

Precisamente, um Centro Internacional de Inovação Tecnológica e Mecanização da Agricultura Familiar, em parceria com a UERN, e, também, com apoio do Governo do Estado do Rio Grande do Norte, além de entidades não governamentais e empresas privadas.

A reitoria informou que será criado um grupo de trabalho cujo objetivo será apresentar, em um prazo de 60 dias, o plano de instalação do Centro. O grupo de Trabalho será composto pela Uern, Sedraf e outras instituições. A reitora Cicília Maia já indicou os representantes da Uern no projeto: os professores Vinicius Claudino e Lima Júnior.

A deputada estadual Isolda Dantas, que estava presente ao diálogo, disse que o primeiro passo é instalar uma residência para montagem e testagem das máquinas. “Em nome da Assembleia Legislativa nos colocamos à disposição para somar junto à UERN e fortalecer esse projeto tão importante para a agricultura familiar do nosso RN”, diz Isolda Dantas.


Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário