25 FEV 2024 | ATUALIZADO 11:05
ESTADO
09/02/2024 09:14
Atualizado
09/02/2024 11:34

Em reunião com os sindicatos, governo define data de 21 de fevereiro para nomear novos policiais

A+   A-  
O encontro aconteceu na tarde desta quinta-feira (8). Os policiais civis do Rio Grande do Norte estavam parados desde a quarta-feira (7), reivindicando, entre outras pautas, a reposição de perdas inflacionárias, bem como a convocação dos policiais que concluíram o curso de formação no início do mês. Na reunião dois dos quatro pontos trazidos à mesa de negociação foram atendidos: PLi do Auxílio ao Fardamento foi encaminhado para a Assembleia Legislativa e ficou definida a data de 21 de fevereiro para que os concursados da Polícia Civil sejam nomeados.
Imagem 1 -  Em reunião com os sindicatos, governo define data de 21 de fevereiro para nomear novos policiais. O encontro aconteceu na tarde desta quinta-feira (8). Os policiais civis do Rio Grande do Norte estavam parados desde a quarta-feira (7), reivindicando, entre outras pautas, a reposição de perdas inflacionárias, bem como a convocação dos policiais que concluíram o curso de formação no início do mês. Na reunião dois dos quatro pontos trazidos à mesa de negociação foram atendidos: PLi do Auxílio ao Fardamento foi encaminhado para a Assembleia Legislativa e ficou definida a data de 21 de fevereiro para que os concursados da Polícia Civil sejam nomeados.
Em reunião com os sindicatos, governo define data de 21 de fevereiro para nomear novos policiais. O encontro aconteceu na tarde desta quinta-feira (8). Os policiais civis do Rio Grande do Norte estavam parados desde a quarta-feira (7), reivindicando, entre outras pautas, a reposição de perdas inflacionárias, bem como a convocação dos policiais que concluíram o curso de formação no início do mês. Na reunião dois dos quatro pontos trazidos à mesa de negociação foram atendidos: PLi do Auxílio ao Fardamento foi encaminhado para a Assembleia Legislativa e ficou definida a data de 21 de fevereiro para que os concursados da Polícia Civil sejam nomeados.

Na tarde desta quinta-feira (08), entidades classistas representantes dos Policiais Civis e da Segurança Pública do Estado foram recebidas pelo Governo do Estado do Rio Grande do Norte.

Os policiais civis do estados estavam parados desde a quarta-feira (7), reivindicando, entre outras pautas, a reposição de perdas inflacionárias, bem como a convocação dos policiais que concluíram o curso de formação no início do mês.

No encontro desta quinta, os sindicatos foram ouvidos atentamente e dois dos quatro pontos trazidos à mesa de negociação foram atendidos: projeto de Lei do Auxílio ao Fardamento foi encaminhado para a Assembleia Legislativa e ficou definida a data de 21 de fevereiro para que os concursados da Polícia Civil sejam nomeados.

Além disso foi dado o prazo do dia 07 de Março para uma nova reunião onde o Governo deve apresentar o posicionamento sobre os pontos reivindicados que trarão maior impacto financeiro e que se encontram em avaliação.

O governo reconheceu a legitimidade das reivindicações, mas fez um apelo para que a categoria permaneça realizando o serviço extra através de Diária Operacional para que a população não seja afetada.

Estiveram presentes, representando o Governo do RN: Adriano Gadelha - Secretário de Gestão, Dr José Santana - PGE, Ivanilson Souza - Secretário Adjunto do Gabinete Civil, Dra Ana Claudia Saráiva Delegada Geral e Iranildo Santos, Secretário Adjunto de Administração.


Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário