28 MAI 2024 | ATUALIZADO 09:58
POLÍCIA
Da redação
29/03/2015 03:02
Atualizado
12/12/2018 20:02

Confronto entre policiais e bandidos deixa sete mortos em Currais Novos/RN

A+   A-  
Suspeitos de ataques a caixas eletrônicos mortos na troca de tiros com o Bope e a Deicor na BR 226 estavam sendo monitorados pelo serviço de inteligência da Policia Civil já havia algum tempo
Imagem 1 -  Confronto entre policiais e bandidos deixa sete mortos em Currais Novos/RN
Cedida Blog Edmilson Sousa

Sete suspeitos de integrarem uma quadrilha especializada em explodir caixas eletrônicos foram mortos por homens do Batalhão de Operações Especiais - BOPE da Polícia Militar (PM) e do grupo de Combate ao Crime Organizado – DEICOR, da Polícia Civil na madrugada deste domingo, 29, em Currais Novos, na região do Seridó do Rio Grande do Norte/RN. 

A operação foi coordenada pela delegada Daniela Filgueira, do DEICOR.

Segundo a PM, o grupo estava em dois veículos, um Gol e um Corsa, quando reagiu com tiros após serem perseguidos e acabaram morrendo no confronto. Uma oitava pessoa que estava com a quadrilha foi detida. Ele alegou que era taxista, e foi forçado a dirigir para o bando.

De acordo com a polícia, o confronto aconteceu por volta das 2h da madrugada, na BR-226, na entrada da cidade próximo a uma distribuidora. A intensa troca de tiros assustou moradores da região. 

Com os elementos foram encontrados um arsenal composto por 05 revólveres, 01 pistola, uma escopeta calibre 12 e vários explosivos.

O Serviço de Inteligência da Polícia Civil monitorava a quadrilha que planejava explodir os terminais eletrônicos de agências bancárias de municípios da região do Seridó.

Os corpos foram encaminhados para o Hospital Regional de Currais Novos, e em seguida quatro serão transferidos para o Instituto Técnico e Científico de Polícia (ITEP) de Caíco e três serão encaminhados para exames em Natal.

Após o trabalho em Currais Novos, os policiais retornaram para a Grande Natal, onde estariam fazendo buscas por mais suspeitos do mesmo bando.

De acordo com a assessoria, a Secretaria de Segurança Pública do Estado realizará uma entrevista coletiva ás 10h da manhã de segunda-feira (30), em Natal, onde repassará detalhes da operação, denominada de Hefesto.

A Polícia Civil está empenhada na investigação, afim de descobrir a origem dos criminosos e como eles agiam.

Mais informações a qualquer momento.

Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário