13 ABR 2024 | ATUALIZADO 13:43
SAÚDE
ANNA PAULA BRITO
21/02/2024 16:23
Atualizado
21/02/2024 16:26

Emenda de R$ 8 milhões destinada por Styvenson será usada na construção do Hospital da Liga Mossoroense

A+   A-  
O valor já foi depositado no fundo municipal de saúde da Prefeitura de Mossoró. Agora, a Liga Mossoroense de Estudos e Combate ao Câncer deverá apresentar um plano de trabalho para que os R$ 8 milhões sejam liberados, para dar início às obras. O Hospital da Liga será construído no local onde já funcionou o Hospital Duarte Filho. A unidade, que será referência no tratamento contra o câncer no interior do RN, será composta por 120 leitos para pacientes adulto e infantil.
Imagem 1 -  Emenda de R$ 8 milhões destinada por Styvenson será usada na construção do Hospital da Liga Mossoroense. O valor já foi depositado no fundo municipal de saúde da Prefeitura de Mossoró. Agora, a Liga Mossoroense de Estudos e Combate ao Câncer deverá apresentar um plano de trabalho para que os R$ 8 milhões sejam liberados, para dar início às obras. O Hospital da Liga será construído no local onde já funcionou o Hospital Duarte Filho. A unidade, que será referência no tratamento contra o câncer no interior do RN, será composta por  120 leitos para pacientes adulto e infantil.
Emenda de R$ 8 milhões destinada por Styvenson será usada na construção do Hospital da Liga Mossoroense. O valor já foi depositado no fundo municipal de saúde da Prefeitura de Mossoró. Agora, a Liga Mossoroense de Estudos e Combate ao Câncer deverá apresentar um plano de trabalho para que os R$ 8 milhões sejam liberados, para dar início às obras. O Hospital da Liga será construído no local onde já funcionou o Hospital Duarte Filho. A unidade, que será referência no tratamento contra o câncer no interior do RN, será composta por 120 leitos para pacientes adulto e infantil.

O Hospital próprio da Liga Mossoroense de Estudos e Combate ao Câncer está um passo mais próximo de se tornar realidade. O senador Styvenson Valentim destinou uma verba no valor de R$ 8 milhões, que segundo a direção da Liga, será usada integralmente para iniciar as obras da unidade de saúde.

A quantia já foi depositada no fundo municipal de saúde da Prefeitura de Mossoró. Agora, a LMECC deverá apresentar um plano de trabalho para que os R$ 8 milhões sejam liberados e as obras possam ser iniciadas.

O senador confirmou apoio à iniciativa em maio de 2023, após se reunir com a diretoria da Liga e receber dela o projeto do novo hospital.

Atualmente, os atendimentos da Liga em Mossoró, relacionados a quimioterapia, são feitos em um prédio alugado (Antiga Casa de Saúde Santa Luzia).

O Hospital da Liga será construído no local onde já funcionou o Hospital Duarte Filho. A unidade terá 120 leitos para pacientes adulto e infantil. Compreenderá área de mais de oito mil metros quadrados e será uma unidade de referência no tratamento contra o câncer no interior do Rio Grande do Norte.

Além dos serviços já oferecidos nas duas unidades existentes atualmente, no novo hospital da Liga também deverá ofertar novos serviços, como ressonância magnética pelo SUS na área de oncologia.

A expectativa é que, com a ampliação da estrutura, a LMECC possa passar a realizar cerca de 200 mil atendimentos por ano.


Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário