22 ABR 2024 | ATUALIZADO 15:05
POLÍCIA
29/02/2024 12:03
Atualizado
29/02/2024 12:03

PF prende advogado suspeito de levar recados de líderes de facção para fora do presídio

A+   A-  
A prisão aconteceu nesta quinta-feira (29), no âmbito da Operação Malvaceae, deflagrada pela Força Integrada de Combate ao Crime Organizado do Rio Grande do Norte. Além do advogado, outras 14 pessoas também foram presas e mais 3 são consideradas foragidas. Os policiais também apreenderam aproximadamente R$ 100 mil em dinheiro, além de escrituras de imóveis pertencentes a um grupo criminoso que dominava boa parte da distribuição de drogas na Zona Norte de Natal.
Imagem 1 -  PF prende advogado suspeito de levar recados de líderes de facção para fora do presídio. A prisão aconteceu nesta quinta-feira (29), no âmbito da Operação Malvaceae, deflagrada pela Força Integrada de Combate ao Crime Organizado do Rio Grande do Norte. Além do advogado, outras 14 pessoas também foram presas e mais 3 são consideradas foragidas. Os policiais também apreenderam aproximadamente R$ 100 mil em dinheiro, além de escrituras de imóveis pertencentes a um grupo criminoso que dominava boa parte da distribuição de drogas na Zona Norte de Natal.
PF prende advogado suspeito de levar recados de líderes de facção para fora do presídio. A prisão aconteceu nesta quinta-feira (29), no âmbito da Operação Malvaceae, deflagrada pela Força Integrada de Combate ao Crime Organizado do Rio Grande do Norte. Além do advogado, outras 14 pessoas também foram presas e mais 3 são consideradas foragidas. Os policiais também apreenderam aproximadamente R$ 100 mil em dinheiro, além de escrituras de imóveis pertencentes a um grupo criminoso que dominava boa parte da distribuição de drogas na Zona Norte de Natal.
FOTO: DIVULGAÇÃO/PF

A Força Integrada de Combate ao Crime Organizado do Rio Grande do Norte (FICCO/RN) prendeu, na manhã desta quinta-feira (29), um advogado, suspeito de levar recados de líderes de uma facção criminosa para fora do sistema prisional. A prisão aconteceu nesta quinta-feira (29), no âmbito da Operação Malvaceae.

A operação visa investigar o um núcleo de facção criminosa atuante no RN, com alto poder de decisão dentro da organização, que dominava boa parte da distribuição de drogas na Zona Norte de Natal.

A Orcrim também tinha uma célula responsável por dissimular a origem e a natureza dos valores provenientes do tráfico de drogas, por meio da compra de imóveis e veículos em nome de pessoas interpostas.

A investigação revelou que de dentro do sistema prisional, os líderes da organização na Zona Norte de Natal controlavam o tráfico de drogas na região por meio de recados transmitidos durante atendimentos feitos pelo advogado, preso nesta quinta.

Além do advogado, outras 14 pessoas também foram presas e mais 3 são consideradas foragidas. Também foram cumpridos 14 mandados de busca e apreensão. Os mandados de prisão foram cumpridos em Parnamirim/RN, Poço Branco/RN e Natal/RN. A justiça ainda determinou a indisponibilidade de bens relacionados a 8 investigados.

Durante o cumprimento das buscas, em um dos imóveis foram apreendidos aproximadamente R$ 100 mil em espécie, além de escrituras de imóveis pertencentes ao grupo criminoso. Ainda durante as diligências, um foragido da justiça foi localizado e preso.

A FICCO em Natal/RN é composta pela Polícia Federal, Secretaria Nacional de Políticas Penais (SENAPPEN), Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil, Polícia Militar, Polícia Penal, Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (SEAP) e Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social do RN (SESED), para o enfrentamento ao crime organizado.

O nome da operação, Malvaceae, faz referência ao termo em latim que nomina a família do cacau, fruto da matéria-prima do chocolate. “Chocolate” é como é conhecido um dos principais investigados.


Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário