28 MAI 2024 | ATUALIZADO 09:16
SAÚDE
18/03/2024 16:47
Atualizado
18/03/2024 16:48

Campanha de vacinação contra a gripe é iniciada em todo o RN; confira os grupos prioritários

A+   A-  
A campanha foi iniciada, oficialmente, nesta segunda-feira (18). Até 31 de maio, o objetivo é que estejam imunizadas as mais de 1,3 milhão de pessoas que compõem os 17 grupos prioritários listados pelo Ministério da Saúde para receber a vacina contra os diversos tipos de influenza. A Sesap recebeu e distribuiu aos municípios, neste primeiro lote, 360 mil doses. O “Dia D” de mobilização deverá acontecer em 13 de abril.
Imagem 1 -  Campanha de vacinação contra a gripe é iniciada em todo o RN; confira os grupos prioritários. A campanha foi iniciada, oficialmente, nesta segunda-feira (18). Até 31 de maio, o objetivo é que estejam imunizadas as mais de 1,3 milhão de pessoas que compõem os 17 grupos prioritários listados pelo Ministério da Saúde para receber a vacina contra os diversos tipos de influenza. A Sesap recebeu e distribuiu aos municípios, neste primeiro lote, 360 mil doses. O “Dia D” de mobilização deverá acontecer em 13 de abril.
Campanha de vacinação contra a gripe é iniciada em todo o RN; confira os grupos prioritários. A campanha foi iniciada, oficialmente, nesta segunda-feira (18). Até 31 de maio, o objetivo é que estejam imunizadas as mais de 1,3 milhão de pessoas que compõem os 17 grupos prioritários listados pelo Ministério da Saúde para receber a vacina contra os diversos tipos de influenza. A Sesap recebeu e distribuiu aos municípios, neste primeiro lote, 360 mil doses. O “Dia D” de mobilização deverá acontecer em 13 de abril.

A campanha de vacinação contra a gripe começou nesta segunda-feira (18) em todo o Rio Grande do Norte. Até 31 de maio, o objetivo é que estejam imunizadas as mais de 1,3 milhão de pessoas que compõem os 17 grupos prioritários listados pelo Ministério da Saúde para receber a vacina contra os diversos tipos de influenza.

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) recebeu e distribuiu aos municípios, neste primeiro lote, 360 mil doses. Uma nota técnica foi lançada com orientações para as secretarias de saúde dos municípios sobre a estratégia da campanha de vacinação, com a previsão de um “Dia D” de mobilização em 13 de abril.

Para marcar o início da campanha em todo o RN, a Sesap e a Secretaria Municipal de Saúde de São Gonçalo do Amarante reuniram-se na unidade básica de saúde do Golandim. Crianças, agentes de saúde, profissionais da segurança, grávidas e indígenas da comunidade Lagoa de Tapará receberam a dose de proteção contra a gripe.

“Estamos antecipando a campanha de vacinação este ano. Dada a sazonalidade do vírus, o Ministério da Saúde acolheu um pedido antigo dos municípios e mandou as doses. Agora vamos trabalhar para imunizar todos do grupo prioritário”, destacou a coordenadora do programa de imunização da Sesap, Laiane Graziela. O ato simbólico também contou com a presença do prefeito de São Gonçalo do Amarante, Eraldo Paiva. “É uma honra para São Gonçalo poder receber esse marco do início da campanha. Estamos prontos para acolher todos que devem se vacinar”, disse ele.

Entre as estratégias recomendadas aos municípios estão a ampliação dos pontos de vacinação e o funcionamento em horário estendido, a mobilização dos meios de comunicação para que seja possível uma maior abrangência de informação, articulação com as secretarias de educação para ações estratégicas de vacinação em creches e escolas, entre outras.

“Todas as nossas unidades, tanto da zona urbana como da zona rural, estão preparadas para atender os públicos prioritários”, completou a secretária de São Gonçalo, Renata Nascimento.

As ações de imunização no Brasil tem sido embasadas pelo Microplanejamento, apresentado pelo Ministério da Saúde aos estados e aos municípios ao longo do ano de 2023 para que seja permanente nas ações de vacinação dos municípios tanto em campanhas quanto na rotina de vacinação.

O Microplanejamento visa fortalecer e ampliar o acesso à vacinação, respeitando as diversidades regionais, como uma ferramenta de planejamento de uso contínuo para que os municípios se organizem considerando a realidade local e direcionando esforços para o alcance da cobertura vacina.

A vacinação é considerada a melhor estratégia de prevenção contra a influenza e possui capacidade de promover imunidade durante o período de maior circulação dos vírus, reduzindo o agravamento da doença, as internações e o número de óbitos.

Grupos prioritários

– Crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade

– Trabalhador da saúde

– Gestantes

– Puérperas (até 45 dias após o parto)

– Professores do ensino básico e superior

– Povos indígenas

– Quilombolas

– Idosos com 60 anos ou mais de idade

– Pessoas em situação de rua

– Profissionais das forças de segurança e salvamento

– Profissionais das Forças Armadas

– Pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais independentemente da idade

– Pessoas com deficiência permanente

– Caminhoneiros

– Trabalhadores de transporte coletivo rodoviário para passageiros urbanos e de longo curso

– Trabalhadores portuários

– População privada de liberdade e funcionários do sistema de privação de liberdade, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas


Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário