28 MAI 2024 | ATUALIZADO 10:51
SAÚDE
26/03/2024 14:33
Atualizado
26/03/2024 14:33

Programa de cirurgias vasculares da Sesap chega a 2,5 mil procedimentos realizados

A+   A-  
Lançado em novembro de 2022, Regula Vascular aumentou a capacidade de atendimentos na rede. Nestes 16 meses, a Sesap investiu cerca de R$ 10 milhões. Assim, foi possível que se saísse de uma fila com 425 pessoas esperando por um procedimento vascular no início do programa para um quantitativo de 13 pessoas aguardando especialista na manhã desta segunda-feira (25).
Imagem 1 -  Programa de cirurgias vasculares da Sesap chega a 2,5 mil procedimentos realizados. Lançado em novembro de 2022, Regula Vascular aumentou a capacidade de atendimentos na rede. Nestes 16 meses, a Sesap investiu cerca de R$ 10 milhões. Assim, foi possível que se saísse de uma fila com 425 pessoas esperando por um procedimento vascular no início do programa para um quantitativo de 13 pessoas aguardando especialista na manhã desta segunda-feira (25).
Programa de cirurgias vasculares da Sesap chega a 2,5 mil procedimentos realizados. Lançado em novembro de 2022, Regula Vascular aumentou a capacidade de atendimentos na rede. Nestes 16 meses, a Sesap investiu cerca de R$ 10 milhões. Assim, foi possível que se saísse de uma fila com 425 pessoas esperando por um procedimento vascular no início do programa para um quantitativo de 13 pessoas aguardando especialista na manhã desta segunda-feira (25).

O programa de cirurgias vasculares da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) alcançou, nesta última semana de março, o quantitativo de 2,5 mil procedimentos realizados desde novembro de 2022, data em que a ação foi iniciada.

Os dados do Regula Vascular, plataforma que organiza e gerencia o programa, apontam que até a manhã desta segunda-feira (25) foram feitos 2513 procedimentos, sendo exatos mil em moradores de Natal, que lidera a estatística, seguida de Mossoró (230), Parnamirim (105), São José de Mipibu (90) e Pau dos Ferros (69). Por região de saúde, as três com mais procedimentos realizados são a Metropolitana (1254), Oeste (313) e Agreste/Litoral Sul (300).

Nestes 16 meses, a Sesap investiu cerca de R$ 10 milhões. Assim, foi possível que se saísse de uma fila com 425 pessoas esperando por um procedimento vascular no início do programa para um quantitativo de 13 pessoas aguardando especialista na manhã deste dia 25.

A ação envolve diversos atores desde a concepção do programa. A medida foi possível a partir de uma gestão da Sesap junto a órgãos como Ministério Público estadual, Ministério Público Federal e Justiça Federal para firmar um acordo para a contratação de hospitais privados que passaram a integrar uma extensa rede.

Assim, a Sesap elencou seis hospitais para procedimentos: Central Coronel Pedro Germano (Hospital da Polícia) - que lidera o ranking de procedimentos realizados, com 990 -, Dr. José Pedro Bezerra (Santa Catarina), Geral João Machado, Rio Grande, São Luiz e Wilson Rosado. Na fase de preparo para cirurgia, somam-se os regionais Hélio Morais Marinho (Apodi), Cleodon Carlos de Andrade (Pau dos Ferros) e Nelson Inácio dos Santos (Assu) e o Rafael Fernandes (Mossoró).

Todo o processo é regulado, organizado e auditado através do Regula Vascular, que foi criado em conjunto ao Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde da Universidade Federal do RN (Lais-UFRN).

A plataforma registra cada tipo de procedimento realizado por região, município e hospital, assim como dá ao paciente, por meio de um acesso pessoal, sua situação na lista de regulação.

Para o programa funcionar, a Sesap fez também a estruturação de um fluxo de atendimentos para os pacientes. Com a implantação do protocolo de acesso aos cuidados vasculares, o paciente passou a ser regulado dentro do sistema desde a sua primeira entrada, incluindo nestes processos, além de uma eventual cirurgia, os pedidos de acesso a leitos, realização de exames e procedimentos, preparo para cirurgia e o processo pós-operatório, dando um panorama geral do paciente aos serviços de saúde.


Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário