24 JUN 2024 | ATUALIZADO 15:56
ESTADO
27/05/2024 17:36
Atualizado
27/05/2024 17:38

Servidores da Fundase vão realizar parada de advertência na próxima quarta, 29

A+   A-  
A decisão foi tomada em Assembleia da categoria, realizada no dia 23 de maio. Segundo os servidores, a parada tem como objetivo chamar a atenção do Governo para o atendimento das pautas dos trabalhadores, especialmente no que se refere a aplicação de uma nova tabela salarial, reajustada, a partir de janeiro de 2025.
Imagem 1 -  Servidores da Fundase vão realizar parada de advertência na próxima quarta, 29. A decisão foi tomada em Assembleia da categoria, realizada no dia 23 de maio. Segundo os servidores, a parada tem como objetivo chamar a atenção do Governo para o atendimento das pautas dos trabalhadores, especialmente no que se refere a aplicação de uma nova tabela salarial, reajustada, a partir de janeiro de 2025.
Servidores da Fundase vão realizar parada de advertência na próxima quarta, 29. A decisão foi tomada em Assembleia da categoria, realizada no dia 23 de maio. Segundo os servidores, a parada tem como objetivo chamar a atenção do Governo para o atendimento das pautas dos trabalhadores, especialmente no que se refere a aplicação de uma nova tabela salarial, reajustada, a partir de janeiro de 2025.

Os servidores da Fundação de Atendimento Socioeducativo do Rio Grande do Norte (FUNDASE) vão realizar uma parada de advertência, de 24h, em todo o Estado. A movimentação está marcada para a próxima quarta-feira (29).

A decisão foi tomada em Assembleia da categoria, realizada no dia 23 de maio. Segundo os servidores, a parada tem como objetivo chamar a atenção do Governo para o atendimento das pautas dos trabalhadores, especialmente no que se refere a aplicação de uma nova tabela salarial, reajustada, a partir de janeiro de 2025.

Durante a assembleia, a categoria apreciou uma proposta do Governo e deliberou encaminhar uma contraproposta apontando a necessidade de implantação de nova tabela salarial em 2025, e não em 2026, como pretende o Executivo estadual.

Na avaliação da coordenadora geral do Sindicato dos Servidores Públicos da Administração Indireta do RN (SINAI) e servidora da Fundação, Zilta Nunes, “a Assembleia de 23 de maio foi numerosa, com a participação de trabalhadores de todos os setores da FUNDASE, e com vários pontos de interesse da categoria debatidos”.

Além da paralisação, os profissionais deliberaram pela realização de uma nova Assembleia no dia 05 de junho, quando um indicativo de greve poderá ser analisado.


Notas

Relativa

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário