24 ABR 2024 | ATUALIZADO 18:39
ESTADO
Por Josemário Alves
10/02/2016 07:41
Atualizado
14/12/2018 03:57

Poucas chuvas preocupa abastecimento na PB e RN

A+   A-  
Açude está situado no alto sertão Paraibano e possui capacidade para quase 1,4 bilhões de m³ de água. Ele desagua no rio Piranhas, promovendo o abastecimento de cidades do Seridó potiguar.
Imagem 1 -  Poucas chuvas preocupa abastecimento na PB e RN
Divulgação / Assessoria

Pelo menos 400 mil pessoas na Paraíba e no Rio Grande do Norte deverão continuar enfrentando racionamento no abastecimento de água nos próximos meses. O motivo, segundo o presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Piancó/Piranhas/Açu, José Procópio de Lucena, é que as poucas chuvas que caíram na bacia do açude Curema, na Paraíba, não foram suficientes para recarregar o reservatório.

O sistema Curemas/Mãe Dágua está situado no município de Piancó, no alto sertão paraibano, e possui capacidade para quase 1,4 bilhões de m³ de água. Ele deságua no rio Piranhas/Açu, promovendo o abastecimento de cidades do Seridó potiguar, como Jucurutu, e a Barragem Engenheiro Armando Ribeiro Gonçalves, que está em estado crítico, com pouco mais de 20% de sua capacidade total de armazenamento.

Atualmente com 14% de sua capacidade máxima, os dois açudes que compõem o sistema preocupa as autoridades. A solução é acreditar em um bom inverno e economizar o máximo possível a água que resta.

“As chuvas caídas na bacia hidrográfica do açude ainda não produziram recarga suficiente para garantir os múltiplos usos para o ano de 2016. Vamos continuar economizando, racionando, poupando e fazendo reuso de água. E, claro, rogando e acreditando que as chuvas ainda virão para fazer a boa recarga deste e outros reservatórios estratégicos para atender às necessidades humanas, sociais, ambientais e econômicas”, destaca Procópio de Lucena.

Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário