23 JUL 2024 | ATUALIZADO 18:32
POLÍTICA
Da redação
01/01/2017 21:13
Atualizado
12/12/2018 17:04

Rosalba, se quiser fazer cortes, terá que engolir o discurso falso que usou para se eleger

A+   A-  
Antes, durante, depois da campanha e agora na posse Rosalba Ciarlini não reconheceu nenhum momento a crise financeira que derrubou a arrecadação; Para fazer cortes, terá que reconhecer
Imagem 1 -  Rosalba, se quiser fazer cortes, terá que engolir o discurso falso que usou para se eleger
Para poder administrar Mossoró fazer os cortes que disse que vai fazer, Rosalba Ciarlini terá de engolir o discurso falso de que Mossoró está um caos é que tudo culpa do ex-prefeito Francisco José Junior.

Vai ter que encarar a realidade!
 
Na prática, Rosalba (Carlos Augusto) usou esta tática nas rádios de seu controle para destruir a imagem de Francisco José Junior antes, durante e depois da campanha.
 
Neste domingo, 1º, durante a posse, esperava-se pelo menos que ela reconhecesse a existência de uma crise financeira que devastou as finanças da Prefeitura de Mossoró.
 
Solenemente não o fez. Não o fez, pois ainda indiretamente a culpa em Francisco José Junior por faltar dinheiro para o básico, como serviços de saúde e salários de servidores.
 
Resta para a gestora empossada engolir o discurso de caos causado por Francisco José Junior para fazer o que mais gosta de fazer: chegar demitindo, de preferência, centenas.
 
Foi assim em sua primeira gestão. Foram mais de mil demitidos e na época, colocou mais de mil. Destes, o Tribunal de Contas do Estado recomenda demitir 912 desde 2012.
 
Quando assumiu o governo do Estado, fez uma devassa, demitindo quase 2 mil servidores do Meios, e fechando dezenas e dezenas de creches no Rio Grande do Norte.
 
Saiu como a pior governadora de todos os tempos do RN. Usando seu sistema de comunicação (rádios) e um discurso falso, conseguiu retornar a Prefeitura de Mossoró.
 
Porém, para demitir centenas como gosta ou fazer cortes fechando creches como fez como governadora, terá que justificar e não cola dizer que Francisco José Junior é o culpado.
 
Terá que engolir o discurso que inventou de que existe um caos absoluto em Mossoró e que Francisco José Junior é o culpado. Vai ter que assumir que existe uma crise financeira.
 
E que esta crise financeira derrubou bruscamente os repasses do Fundo de Participação dos Municípios e afastou os investimentos da Petrobras na região de Mossoró.
 
Ou faz isto, ou vai ter que cobrir uma mentira com outra!

Isto se a Justiça não agir antes e condena-la a perda do cargo por erros grosseiro na prestação de contas ou pelos desvios de recursos da Saúde do tempo que era governadora.
 

Notas

Relativa

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário