15 JUN 2024 | ATUALIZADO 22:35
SAÚDE
Da redação
16/06/2015 12:16
Atualizado
13/12/2018 22:13

Engenheiros buscam saída para abrir o viaduto 5 do Complexo Viário de Mossoró

A+   A-  
Secretário Jader Torres foi recebido em Mossoró pelo prefeito Francisco José Junior no Viaduto II, entre as abolições II e III, que também será concluído e entregue a sociedade

O secretário de Infraestrutura do Governo do Estado, Jader Torres, trouxe nesta terça-feira, 16, a Mossoró, uma equipe de engenheiros para planejar uma forma de concluir as obras do Complexo Viário do Abolição. Foi recebido pelo prefeito Francisco José Junior.

O primeiro ponto de visita dos engenheiros foi no viaduto II, que fica entre as abolições II e III, zona oeste de Mossoró. Os acidentes neste trecho levaram o prefeito Francisco José Junior a conversar com o governador Robinson Faria para concluir a obra.

Jader Torres explicou que as obras são do Governo Federal e que estão sendo executadas pela Construtora E&T. A Construtora disse que no projeto inicial não previa obras de escoamento de águas fluviais e muito menos iluminação e passarelas.

As obras de infraestrutura para escoar águas fluviais já foram aprovadas em parte pelo DNIT e já estão sendo executadas nas imediações da Usibras. Já com relação a necessidade de pelo menos 10 passarelas e iluminação pública em todo trecho, é preciso projetar.

MOSSORÓ HOJE conversou com o engenheiro Eneias Dias, que acompanha as obras desde o início. Ele disse que o projeto de iluminação prevê investimento de pelo menos R$ 5 milhões. Já deveria ter sido liberada pelo DNIT para ser feito.

Já com relação ao projeto de instalação de dez passarelas, o engenheiro Eneias Dias e o engenheiro Robson Cunha disseram que não foi feito levantamento de custo, apenas foi feita a demarcação dos locais que deveriam ser construídas as 10 passarelas nos 17 km da obra.

Outro trecho inspecionado foi o viaduto V, saída de Mossoró para Natal. Para abrir o viaduto será necessário implantar barreiras de redução de velocidade em metade da BR 304 para quem segue com Base 34 da Petrobras/Natal e quer fazer o retorno para dentro da cidade.

Neste caso, segundo Robson Cunha teria que reduzir também o tráfego de veículos no viaduto com taxas luminosas e sinais eletrônicos de trânsito para evitar choques de carros que descem o viaduto e dos veículos cujos os motoristas vão fazer o retorno para dentro da cidade.

Esta sinalização com redução de trânsito, no entanto seria temporário, conforme explicou Célio Luiz e Jader Torres. Vamos aumentar a largura do trecho da BR 304 do atual contorno até perto de um posto de combustível saída para Natal. No local, será construída uma rotatória.

O prazo para concluir as obras complementares do viaduto II no Abolição II, o prefeito Francisco José Junior disse que é neste final de semana. “Espero o governo Robinson Faria em Mossoró e vamos conversar sobre várias coisas que Mossoró precisa”, destaca.

Já com relação ao viaduto V, Jader Torres disse que este será liberado num prazo aproximado de 15 dias, caso o DNIT aprovei as mudanças que foram estudadas nesta terça-feira, 16. Abrindo o fluxo de veículos, Jader Torres acredita que em mais 3 meses concluiu a obra.

Sobre o viaduto I, que dá acesso ao Santo Delmira, Jader Torres disse que cabe ao DNIT buscar uma solução. “Havia uma reclamação com relação a escuridão. Determinei a instalação de luminárias, o que vou fazer o mesmo aqui no Abolição II”, diz o prefeito Francisco José Junior.

Notas

Relativa

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário