21 JAN 2019 | ATUALIZADO 11:10
POLÍTICA

Presidente da Câmara diz que se sentiu ameaçada por atitudes dos guardas municipais

A vereadora esclareceu ainda que não é a favor da retirada de direitos de nenhuma categoria e que está sendo difamada por algumas pessoas na cidade.
Da redação
11/04/2018 12:41
Atualizado
13/12/2018 17:09
A+   A-  
Presidente da Câmara diz que se sentiu ameaçada por atitudes dos guardas municipais
Fotos: Edilberto Barros
A presidente da Câmara, vereadora Izabel Montenegro (MDB) utilizou a Tribuna da Câmara Municipal, na sessão dessa quarta-feira (11), para falar sobre o protesto dos guardas civis ocorrido ontem, na Câmara, e esclarecer mal entendidos.

Izabel Montenegro relatou que se sentiu ameaçada por algumas atitudes dos guardas presentes e reafirmou que não irá se calar diante de constrangimentos. A vereadora esclareceu ainda que não é a favor da retirada de direitos de nenhuma categoria e que está sendo difamada por algumas pessoas na cidade.

“Ontem me senti ameaçada por palavras, gestos e olhares intimidadores. Nunca nos negamos a receber ninguém nesta Casa, mas temos que ser tratados com respeito e parcimônia. É inadmissível que ocorra o que ocorreu ontem.”, declarou Izabel.

Pronunciamento
Sobre o pronunciamento que foi pivô dos protestos realizados pelos guardas municipais, Izabel esclareceu. “Fiz um pronunciamento falando sobre como são divididos os investimentos no país. Apenas 15 % da arrecadação é destinado ao município. Não sou a favor da retirada de direitos de nenhuma categoria, afirmei apenas que precisamos rever algumas situações para que, no futuro, o município continue honrando com os compromissos.”, declarou.

Notas

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário