25 AGO 2019 | ATUALIZADO 17:47
POLÍTICA

Isolda realizará consulta popular em Mossoró para basear suas emendas

No próximo dia 20, o gabinete da deputada inicia uma sequência de 4 reuniões com consultas populares, nos bairros e também fará diálogos com a saúde, educação, segurança, cultura e movimentos sociais. A ideia é que a própria população diga o que é prioridade para a cidade.
15/07/2019 18:55
Atualizado
15/07/2019 18:57
A+   A-  
Isolda realizará consulta popular em Mossoró para basear suas emendas
Deputada Isolda Dantas deve apresentar as propostas de emenda ao Orçamento do Estado até o final de agosto
FOTO: WIGNA RIBEIRO

Até o final de agosto a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte deve concluir o trabalho e inclusão de emendas parlamentares na Lei Orçamentária de 2020 do Governo do Estado.

Os deputados já estão trabalhando para propor as emendas impositivas e não impositivas no orçamento, para que o Governo do Estado invista nas cidades do RN em 2020.

A deputada mossoroense Isolda Dantas, para apresentar suas emendas, vai realizar quatro encontros em quatro cantos de Mossoró, com o nome Projeto Emendas Populares.

Também vai conversar com setores especiais, como educação, saúde, segurança, economia, cultura e movimentos sociais, com o objetivo de dedicar as emendas aos interesses da população.

A sequência de reuniões pelos bairros de Mossoró começa no próximo dia 20 de julho, às 16 horas, na Rua das Orquídeas, no bairro Dom Jaime Câmara. A ideia é que a própria população diga o que é prioridade para a cidade.

A partir do resultado da consulta popular, a deputada elaborará as emendas que vai apresentar para serem aprovadas na proposta de orçamento de 2020.

Para a Isolda, discutir o orçamento é um dos momentos mais importantes e isto deve ser feito com a participação popular.

“A ideia das emendas populares é ouvir a população e encaminhar as propostas que contemplem aqueles e aquelas que mais precisam. É assim que se constrói algo para e com o povo!”, defende Isolda.

A atividade acontecerá embaixo de uma grande tenda e, além do debate, contará com intervenções culturais do Projeto Cultura em Movimento, no qual o mandato realiza oficinas de teatro do oprimido nas escolas, assim como apresentações de artistas da comunidade.

Além do Bairro Dom Jaime Câmara, as reuniões também devem acontecer outros três na cidade de Mossoró, até o final de agosto.


Notas

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário