21 SET 2019 | ATUALIZADO 13:00
EDUCAÇÃO

Alunos do RN conquistam credencial para Feira de Ciência da Indonésia

O projeto foi desenvolvido por alunos da Escola Estadual Sérvulo Pereira de Araújo, localizada em Bodó, na microrregião da Serra de Santana. Os estudantes encontraram uma maneira de captar água de poços artesianos em localidades onde não existe energia elétrica e já ajudou mais de 200 pessoas.
20/08/2019 18:24
Atualizado
21/08/2019 09:05
A+   A-  
Imagem 1 -  Alunos do RN conquistam credencial para Feira de Ciência da Indonésia.  O projeto foi desenvolvido por alunos da Escola Estadual Sérvulo Pereira de Araújo, localizada em Bodó, na microrregião da Serra de Santana. Os estudantes encontraram uma maneira de captar água de poços artesianos em localidades onde não existe energia elétrica e já ajudou mais de 200 pessoas.
Alunos do RN conquistam credencial para Feira de Ciência da Indonésia. O projeto foi desenvolvido por alunos da Escola Estadual Sérvulo Pereira de Araújo, localizada em Bodó, na microrregião da Serra de Santana. Os estudantes encontraram uma maneira de captar água de poços artesianos em localidades onde não existe energia elétrica e já ajudou mais de 200 pessoas.
FOTO: CEDIDA

Três estudantes da Escola Estadual Sérvulo Pereira de Araújo, localizada em Bodó, na microrregião da Serra de Santana, desenvolveram um projeto para retirar água de poços artesianos em localidades onde não existe energia elétrica.

O projeto, idealizado por Alex Rosendo, Alzira Jeovania e Emmanoel Augusto Pereira foi destaque de criatividade e inovação na Mostra Internacional de Ciências da Escola Estadual Juscelino Kubitschek (MOCICULT), em Assu

Durante a Mocicult, o trio ficou em primeiro lugar geral do evento, o que resultou na conquista de uma credencial para a ISTEC - Indonesian Expo Science, que acontece em outubro, na cidade da Bali, localizada na Indonésia.

O projeto “Sistema de captação de água de poços artesiano em áreas de assentamento do município de Bodó-RN", foi desenvolvido em 2017 e já participou de diversas feiras científicas, dentre elas, a Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (FEBRACE),em São Paulo.

Na ocasião, o projeto ficou em 4° quarto lugar como o melhor projeto em ciências agrárias do Brasil.

O projeto foi realizado na comunidade da Jatuarana em Bodó e consiste na criação de um equipamento denominado de "balde de pressão", que retira água de poços artesianos em locais onde não há energia elétrica.

De acordo com o professor orientador do projeto, Isaac Carvalho, no levantamento de 2018, o projeto beneficiava mais de 200 pessoas e, desde então, foi expandido para outras comunidades.

Para a aluna Alzira Jeovania, o projeto é importante pois consegue, além de contribuir na formação dos alunos, beneficiar a população.

“Me sinto bastante feliz em participar de um projeto que veio para ajudar a nossa cidade, nossas famílias e pessoas que não tem condições de comprar uma bomba elétrica”, enfatiza a aluna.

Segundo o professor Isaac Carvalho, que está no projeto desde início, o trabalho dos alunos é motivo de orgulho. “É uma alegria imensurável, eu acompanhei cada passo e cada conquista é um sentimento inexplicável. Um dos meus maiores orgulhos profissionais”, comemora.

Além da credencial da Indonésia, o projeto também ganhou uma credencial para a INFOMATRIX, que acontece em Santa Catarina, em setembro.


Notas

Unicursos 2019

Publicidades

Unicursos em Mossoró MOSSORÓ

Outras Notícias

Deixe seu comentário