13 NOV 2019 | ATUALIZADO 20:15
POLÍCIA

“Boy Doido” é condenado por Júri Popular a 13 anos e 4 meses de prisão

Jackson Monteiro da Silva, conhecido por Boy Doido, foi julgado na manhã desta quarta-feira (6), em Mossoró. A condenação se deu pelo homicídio de Guilherme Laureano Venceslau de Oliveira e pela tentativa de homicídio contra Marcos Antônio Fernando de Brito, em 2015.
06/11/2019 16:10
Atualizado
06/11/2019 21:37
A+   A-  
Imagem 1 -
FOTO: REPRODUÇÃO/SUPER TV

O conselho de sentença do Tribunal do Júri Popular de Mossoró decidiu pela condenação de Jackson Monteiro da Silva, conhecido por Boy Doido, de 23 anos, pelo homicídio de Guilherme Laureano Venceslau de Oliveira e pela tentativa de homicídio contra Marcos Antônio Fernando de Brito.

Após a decisão dos jurados, o presidente do TJP, juiz Vagnos Kelly Figueiredo de Medeiros determinou a pena de 13 anos e 4 meses de prisão em regime fechado, sendo 8 anos pelo homicídio e 5 anos e 4 meses pela tentativa de homicídio.

Os crimes aconteceram na madrugada do dia 24 de junho de 2015, durante os festejos do Mossoró Cidade Junina, Centro de Mossoró-RN.

O julgamento aconteceu nesta quarta-feira (6), no Fórum Municipal Desembargador Silveira Martins. O réu deixou o local já preso e foi transferido para a cadeia pública, onde será iniciado o procedimento de cumprimento de sentença.

Boy Doido ficará preso inicialmente em regime fechado, cumprindo pena na Penitenciária Agrícola Mário Negócio, em Mossoró.


ENTENDA DO CASO:

Caso do canivete está sendo julgado hoje no Fórum de Mossoró

Notas

Compra Notebook

Publicidades

Eleições 2020 MOSSORÓ

Outras Notícias

Deixe seu comentário