23 JAN 2020 | ATUALIZADO 19:24
ESTADO

Fátima sanciona lei que cria divisões de combate a corrupção e de inteligência

O projeto de lei havia sido aprovado à unanimidade pela Assembleia Legislativa no dia 19 deste mês. Ao todo, será investido um total de R$ 1,7 milhão para estruturar as duas divisões.
31/12/2019 09:21
Atualizado
31/12/2019 09:22
A+   A-  
Imagem 1 -
FOTO: DIVULGAÇÃO

O trabalho de criação da Unidade de Combate à corrupção e Lavagem de Dinheiro e da Divisão de Inteligência Policial deu um importante passo na tarde desta segunda-feira, 30, quando a governadora Fátima Bezerra sancionou a Lei Complementar que institui esses dois departamentos dentro da estrutura da Polícia Civil do Rio Grande do Norte

O projeto foi aprovado à unanimidade pela Assembleia Legislativa no dia 19 deste mês. As novas unidades prestarão assessoria direta à Delegacia-Geral da Polícia Civil.

Veja mais:

ALRN aprova lei que cria divisões de combate a corrupção e de inteligência


“Essa iniciativa é muito importante para o desenvolvimento de uma política de segurança em sintonia com o nosso programa de governo, que é pautado pela transparência e pelos princípios básicos constitucionais. Essas duas divisões serão mais um instrumento na direção da ética e da honestidade, e pela preservação do patrimônio público que é responsabilidade de todos nós”, declarou a governadora.

Será investido um total de R$ 1,7 milhão para estruturar as duas divisões. Os recursos são provenientes de um convênio com a Secretaria Nacional da Segurança Pública do Ministério da Justiça e de emendas parlamentares.

As divisões ficarão vinculadas às outras ações de segurança que o Governo vem desenvolvendo - ações estratégicas e integradoras entre as polícias que devem trabalhar de forma conjunta, focadas na segurança e dignidade da população potiguar.

“Estamos muito orgulhosos, porque para conseguir os recursos federais do Fundo de Direitos Difusos (FDD), nosso projeto concorreu com mais de mil outras propostas e a Polícia Civil do RN ficou com a sétima colocação entre os selecionados”, disse a delegada Karla Viviane, titular da Delegacia Especializada no Combate à Corrupção e Defesa do Patrimônio Público (DECCOR).

Também acompanharam a solenidade, o vice-governador Antenor Roberto; o controlador Geral do Estado, Pedro Lopes; o secretário de Segurança, Francisco Araújo; e o adjunto Osmir Monte; a delegada Geral da Polícia Civil, Ana Cláudia Saraiva; o delegado Fábio Montanha, chefe do Laboratório de Lavagem de Dinheiro; a diretora de Comunicação da Polícia Civil, Dulcinéia Costa; e o coordenador do Grupo de Combate à Corrupção da Controladoria Geral, Coronel Jair Júnior.


Notas

Andrews aluga

Publicidades

Bolsas 100% MOSSORÓ

Outras Notícias

Deixe seu comentário