27 SET 2020 | ATUALIZADO 23:02
POLÍTICA
08/01/2020 07:57
Atualizado
08/01/2020 08:32

“Rosalba não é mais imbatível”, diz a deputada mossoroense Isolda Dantas

A+   A-  
A legisladora destacou que Rosalba Ciarlini como governadora desprezou Mossoró e atualmente realiza uma gestão que ela classificou como “desastrosa”, um “total descaso”
Imagem 1 -

Em entrevista ao jornalista Edilson Damasceno (veja íntegra AQUI), a deputada estadual Isolda Dantas, do PT, disse que Rosalba Ciarlini não é mais imbatível em Mossoró como foi no passado e explica os motivos: Ela realiza uma gestão “desastrosa”, um “total descaso” e que quando foi governadora agiu com “desprezo” com Mossoró.  

A deputada destacou ainda que “na verdade não existe espaço vazio na política” e o Partido dos Trabalhadores em Mossoró, o qual ela assumiu o comando há poucos dias em solenidade que contou com a presença da governadora Fátima Bezerra, está aberto ao diálogo.

“A política é feita do exercício de dizer e de ouvir. Então isso é o que estamos fazendo: apresentando alternativa de nomes e dialogando com outros partidos como o PCdoB que, inclusive, já tem também uma pré-candidatura. Nossa candidatura apenas estimula a conjuntura de ter mais opções de uma frente pra uma real disputa do processo eleitoral”.

E foi durante a posse da nova diretoria do PT em Mossoró, que a governadora Fátima Bezerra lançou o nome da deputada Isolda Dantas para disputar a Prefeitura de Mossoró.

Veja mais

Você vai ser a melhor prefeita de Mossoró, diz Fátima Bezerra

Quando provocada para falar sobre o atual momento da oposição em Mossoró pelo jornalista Edilson Damasceno, Isolda Dantas disse que a oposição nunca esteve tão forte. Falou que o povo de Mossoró está mais pobre em função da falta de políticas públicas sociais. 

Disse que em função de uma gestão “total descaso”, “desastrosa”, a prefeita Rosalba Ciarlini, que no passado já foi considerada imbatível nas urnas, hoje não é mais. Lembra que Rosalba desprezou Mossoró quando governadora e que atualmente está sendo um desastre como prefeita de Mossoró. Seriam estes os fatores que fez fortalecer a oposição.

“A oposição nunca foi tão forte. Acompanhando a política de Mossoró a muitos anos e vemos que há uma viabilidade da oposição, uma condição real para que afirme uma vitória eleitoral da oposição frente à Rosalba que sempre foi considerada imbatível e, hoje, Rosalba não é mais imbatível. O desgaste da sua gestão desde governadora com desprezo por Mossoró somado ao desastre desta gestão, agora, total descaso. Qual é o programa social que Rosalba apresentou nestes quatros anos?! Nenhum! A pobreza só cresce na nossa cidade. A gente olha os números e no início de sua gestão, 34% da população de Mossoró vivia com menos de um salário mínimo. Este número aumentou significantemente e não há nada que a prefeitura faça. Nem o básico do básico a prefeitura conseguiu fazer. A gente olha pra saúde é teto caindo, upas funcionando precariamente. Educação não há nada de novo pra mostrar. Eu sempre olho programa de governo de Rosalba. Ela apresentou na campanha que Mossoró seria a cidade do futuro. E nem um tal de aplicativo pra marcar consulta não foi realizado. Foi feito um aplicativo pela empresa de ônibus e não pela gestão dela que é desastrosa. As eleições de 2018 apresentaram que o eleitorado de Mossoró tem prestado atenção nessas coisas. 2020 promete ser uma virada de página onde novas lideranças se consolidarão em Mossoró e essa nova liderança virá da oposição”.

A deputada Isolda Dantas fala em construir um projeto que "possa fazer Mossoró entrar na rota do desenvolvimento que outras cidades entraram. Cidades na Paraíba, no Ceará que romperam com as oligarquias e apresentam, hoje, um crescimento significativo para o que a população precisa", destaca.

Notas

AME

Outras Notícias

Deixe seu comentário