05 JUN 2020 | ATUALIZADO 19:07
POLÍCIA
COM INFORMAÇÕES DO G1/PB
10/01/2020 12:31
Atualizado
10/01/2020 12:31

Polícia diz que duplo homicídio em Catolé aconteceu por causa R$ 100

A+   A-  
Duas mulheres foram morta na terça-feira (7), durante um tiroteio na praça de Catolé do Rocha, na Paraíba. De acordo com o delegado Sylvio Rabello, da Seccional de Polícia Civil do município paraibano, a dívida de R$ 100 em drogas que teria motivado o crime seria do marido de umas das mulheres, que conseguiu fugir do tiroteio sem ser ferido.
Imagem 1 -
FOTO: REPRODUÇÃO

A Polícia Civil da Paraíba acredita que o assassinato de duas mulheres no município de Catolé do Rocha, na última terça-feira (7), foi motivado por uma dívida de R$ 100 em drogas.

O curioso, no entanto, é que o alvo inicial seria o marido de uma das mulheres, que não foi atingido. As informações foram confirmadas nesta sexta-feira (10) pelo delegado Sylvio Rabello, da Seccional de Polícia Civil do município paraibano, que está responsável pelo caso.

O crime aconteceu nas proximidades do prédio da Prefeitura Municipal da cidade. Um homem já foi preso, cuja identidade não foi revelada, e outros suspeitos estão na mira dos policiais, que seguem realizando diligências e ouvindo testemunhas.

No momento do crime, dois casais estavam conversando numa praça da cidade, quando dois homens chegaram numa moto preta, já atirando.

Segundo o delegado, um dos homens era o alvo verdadeiro dos bandidos e justamente por estar ciente dos riscos que corria, ele conseguiu fugir sem ser baleado.

Os disparos atingiram as costas das duas mulheres e a perna do outro homem. As duas morreram no local. O homem foi levado para o hospital da cidade e depois transferido para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande.

“Infelizmente, duas mulheres, que não tinham nada a ver com a questão, acabaram mortas”, lamentou o delegado. Ele informou, no entanto, que as investigações estão adiantadas e próximas de um desfecho.


Notas

Compra Notebook

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário