17 FEV 2020 | ATUALIZADO 18:28
POLÍCIA

Dupla morre esmagada após derrubar torre de transmissão em Ipanguaçu

De acordo com a Polícia Civil, os dois homens encontrados mortos nesta quarta-feira, (21) às margens da RN-118, na zona rural da cidade, estavam furtando peças das torres no momento do acidente. Segundo o chefe de obras da Cymi do Brasil cinco peças da estrutura que sustenta a torre foram retiradas e estavam no local, o que pode ter causado o desabamento.
DA REDAÇÃO E COM INFORMAÇÕES DO G1/RN
22/01/2020 15:01
Atualizado
22/01/2020 15:04
A+   A-  
Imagem 1 -
FOTO: FLÁVIO SOARES/INTER TV COSTA BRANCA

De acordo com a Polícia Civil, os dois homens encontrados mortos na manhã desta quarta-feira (21), às margens da RN-118, na zona rural de Ipanguaçu, morreram após caírem da torre de transmissão de alta tensão de energia da qual tentavam roubar peças.

Os investigadores contaram que ferramentas foram encontradas ao lado dos corpos de Marciano Gonzaga de Souza, de 43 anos, e da outra vítima, identificada apenas como Leandro.

O chefe de obras da Cymi do Brasil, José Braga, afirmou que cinco peças da estrutura que sustenta a torre foram retiradas e estavam no local, o que pode ter causado o desabamento.

Moradores da região registraram em vídeos fortes explosões por volta das 23h desta terça-feira (21). Devido a isto, quando os corpos dos dois homens foram encontrados, já na manhã de hoje, a primeira hipótese levantada pela polícia foi que os dois teriam sofrido uma descarga elétrica.

Contudo, o exame de necropsia realizado no Itep de Mossoró não apontou sinais de choques elétricos nos dois, mas lesões causadas por impacto (devido a queda) e por esmagadura (quando a torre caiu por cima deles).


Notas

KELLY

Publicidades

Bolsas 100% MOSSORÓ

Outras Notícias

Deixe seu comentário