22 MAI 2022 | ATUALIZADO 08:21
ESTADO
13/03/2020 19:02
Atualizado
17/03/2020 16:21

Secretaria da Administração Penitenciária suspende visitas em presídios do RN

A+   A-  
A medida preventiva visa o enfrentamento do novo coronavírus. Também estão suspensos serviços de assistência religiosa e de capelania, bem como o acesso de pessoas externas que do estado.
Imagem 1 -
FOTO: ARQUIVO

A Secretaria da Administração Penitenciária (Seap) suspendeu as visitas sociais, serviços de assistência religiosa e de capelania, bem como o acesso de pessoas externas que promovam realização de atividades educacionais e sociais, em todas as 17 unidades prisionais do Rio Grande do Norte.

Objetivo é a necessidade de propor ações preventivas objetivando o enfrentamento do novo coronavírus (COVID-19). A medida visa garantir a segurança dos servidores, dos internos e seus familiares e se estenderá do dia 14 a 31 de março, podendo ser renovada.

A Seap informa que a medida é apenas preventiva, visto que nenhum caso suspeito foi identificado no sistema penal potiguar.

O secretário da Administração Penitenciária, Pedro Florêncio Filho, explica que o ambiente prisional tem enorme circulação e em países onde a epidemia se espalhou os presídios viraram foco da doença.

“Orientamos os policiais penais sobre os protocolos a serem seguidos e estamos agindo preventivamente”, disse.

A Seap elaborou um protocolo de prevenção e controle de enfrentamento do novo coronavírus no sistema penitenciário, seguindo orientações do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), Ministério da Saúde e Secretaria Estadual de Saúde.

Uma campanha está sendo realizada com os policiais penais para repassar informações, orientações e cuidados sobre o novo coronavírus.

O sistema penal do RN tem cerca de 10 mil detentos e recebe 30 mil visitas/mês. Entre as principais medidas de prevenção destaca-se a higiene pessoal. Lavar as mãos com água e sabão ou álcool em gel ainda é a melhor forma de prevenção.

Também é recomendado: cobrir o nariz e a boca ao espirrar ou tossir; evitar aglomerações se estiver doente; manter os ambientes ventilados; não compartilhar objetos pessoais; e procurar tratamento especializado caso tenha os sintomas.

Os sintomas mais comuns são tosse, coriza, dificuldade respiratória.


Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário