11 AGO 2022 | ATUALIZADO 17:30
ESTADO
19/03/2020 10:10
Atualizado
19/03/2020 10:10

Igreja católica suspende celebrações eucarísticas por tempo indeterminado

A+   A-  
De acordo com o documento emitido pela igreja, ficam suspensas, a partir desta sexta-feira (20), todas as Celebrações Eucarísticas com a participação do povo, inclusive nas capelas e santuários, nos territórios da Arquidiocese de Natal e das Dioceses de Mossoró e de Caicó; veja mais determinações.
Imagem 1 -
FOTO: REPRODUÇÃO

Pensando em medidas para evitar o contágio pelo coronavírus e seguindo as determinações do Governo do Estado, a Província Eclesiástica de Natal emitiu um decreto com novas orientações para os fiéis da igreja católica.

De acordo com o documento, ficam suspensas, a partir desta sexta-feira (20), todas as Celebrações Eucarísticas com a participação do povo, inclusive nas capelas e santuários, por tempo indeterminado, nos territórios da Arquidiocese de Natal e das Dioceses de Mossoró e de Caicó.

Fica permitida a celebração de missas com portas fechadas, na Igreja Catedral e na Matriz de cada paróquia, com equipe reduzida equipe, para serem transmitidas, ao vivo, pela internet e/ou por emissoras de rádio.

A igreja determina, ainda, que as Confissões sejam realizadas somente em caso de “real necessidade”, assim como o Sacramento da Unção dos Enfermos e a Celebração das Exéquias.

Já para as cerimônia como Matrimônio e Batismo, a recomendação é para que sejam remarcadas para um tempo oportuno. “Não sendo possível a transferência de Matrimônio, seja celebrado em privado, com reduzido número de pessoas”, disse documento.

Entretanto, a igreja reforça que os templos permanecerão abertos para que os fiéis que quiserem possam fazer as suas orações particulares, respeitando as normas sanitárias já dispostas.

Mais uma vezes, fica o apelo para que idosos e o público de risco se mantenha em suas casas como uma medida protetiva.

O documento é assinado pelo arcebispo de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha, e pelos bispos de Mossoró e Caicó, Mariano Manzana e Antônio Carlos Cruz Santos.


Notas

UNP 27 de junho de 2022

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário