21 JUN 2021 | ATUALIZADO 18:23
POLÍCIA
24/06/2020 09:21
Atualizado
24/06/2020 10:46

Suspeito de matar o policial penal federal Henry Charles é preso em Mossoró

A+   A-  
Everton Fernandes Simão, o Vertinho do Ouro Negro, foi preso na manhã desta quarta-feira (25), pela Polícia Federal, com o apoio da Denarc e do Exército. O homem também é suspeito de ser uma das lideranças do PCC em Mossoró e de estar envolvido no planejamento de ataques a agentes de segurança pública e agentes penais no Estado.
Imagem 1 -
FOTO: ARQUIVO

A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (24) a Operação Vértice, com o objetivo de realizar a prisão de Everton Fernandes Simão, o Vertinho do Ouro Negro.

O homem é suspeito de ser uma das lideranças de um dos braços do PCC, facção criminosa paulista que vem atuando fortemente na cidade de Mossoró.

Mais de 20 policiais cumprem 5 mandados de busca e apreensão e 1 mandado de prisão preventiva na cidade, expedidos pela 8ª Vara Federal e 2ª Vara Criminal.

As investigações revelaram que o investigado, além de possuir estreita ligação com organização criminosa vinculada ao tráfico de drogas local, estaria supostamente envolvido no planejamento de ataques a agentes de segurança pública e agentes penais no Estado.

Everton também é suspeito de ter participado do homicídio do policial penal Federal Henry Charles, no ano de 2017.

Veja mais:

Veja nomes dos suspeitos de matar o agente penitenciário federal Henry Charles em Mossoró


Vertinho do Ouro Negro ostenta antecedentes criminais, passagem pelo Sistema Penitenciário Federal e se encontrava monitorado por tornozeleira eletrônica, circunstância que não o impediu de continuar praticando crimes.

A Força-Tarefa de Combate ao Crime Organizado é coordenada pela Polícia Federal, com a atuação direta de policiais civis da Delegacia Especializada em Narcóticos (DENARC/Mossoró) e em colaboração com a Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública (SEOPI/MJSP) e com o Exército Brasileiro.

Apesar das restrições impostas pela pandemia, a Polícia Federal, a DENARC-Mossoró e as demais forças policiais seguem atuando em sintonia contra o crime organizado no Estado do Rio Grande do Norte.


Notas

Posto JP - Maio de 2021

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário