27 FEV 2021 | ATUALIZADO 21:06
ESTADO
Da redação
20/03/2015 06:11
Atualizado
13/12/2018 04:43

Deputado quer investimento em educação para reduzir violência

A+   A-  
?Eu chamo a atenção para o envolvimento dos jovens inseridos no crime por meio das drogas. As imagens das rebeliões mostram que na sua maioria os envolvidos são jovens que fizeram a escolha do caminho errado"
Imagem 1 -  Deputado quer investimento em educação para reduzir violência
João Gilberto

O deputado Jacó Jácome (PMN) defende em pronunciamento na sessão plenária desta quinta-feira (19) que investimentos na área da educação e no fortalecimento das famílias podem mudar o quadro de violência existente no Rio Grande do Norte, que na última semana viveu uma onda de motins e rebeliões em 14 das 33 unidades prisionais e no centro de internação para menores infratores do município de Caicó.

“Eu chamo a atenção para o envolvimento dos jovens inseridos no crime por meio das drogas. As imagens das rebeliões mostram que na sua maioria os envolvidos são jovens que fizeram a escolha do caminho errado. Precisamos investir na juventude, na educação. Nós, do Partido da Mobilização Nacional, por meio do nosso mandato, já dedicamos uma atenção especial às ações para os jovens com ferramentas de qualificação profissional e estudantil, mantendo-os longe da violência”, afirmou o parlamentar.

Jácó disse ainda que a situação do Estado há muito tempo preocupa, liderando os resultados do Mapa da Violência 2014, realizado pelo Instituto Sangari. De acordo com os números, entre 2000 e 2012, o número de homicídios cresceu 272,4%, sendo a maior taxa do Brasil.

“Por trás da violência estão as drogas, financiando o crime, roubando vidas, acabando com famílias e com o futuro de muitas pessoas. Foi por isso que apresentei o Projeto de lei que cria a Rede Estadual de Enfrentamento ao Crack e outras Drogas, unindo os trabalhos do Legislativo às ações do Executivo, com a participação da sociedade. Juntos podemos lutar para prevenir e combater esse problema”, disse o deputado.

Notas

AME

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário