22 OUT 2020 | ATUALIZADO 18:53
SAÚDE
01/10/2020 11:57
Atualizado
01/10/2020 11:58

Outubro Rosa alerta para avanço do Câncer de Mama durante a pandemia

A+   A-  
Durante o isolamento devido a pandemia do novo coronavírus, muitas mulheres, principalmente as que estão no grupo de risco, evitam ir ao consultório médico. Algumas até mesmo interrompem o acompanhamento do Câncer de Mama; Mastologista alertar a população sobre os riscos da doença e importância do diagnóstico precoce para salvar vidas.
Imagem 1 -
FOTO: REPRODUÇÃO

Durante o isolamento devido a pandemia do novo coronavírus, muitas mulheres, principalmente as que estão no grupo de risco, evitam ir ao consultório médico. Algumas até mesmo interrompem o acompanhamento do Câncer de Mama.

No Outubro Rosa, mês dedicado a conscientização a esta enfermidade, é preciso alertar a população sobre os riscos da doença, e de que o diagnóstico precoce salva vidas.

"O câncer de mama não tem uma causa única. Diversos fatores estão relacionados ao aumento do risco de desenvolver a doença, tais como: idade, fatores endócrinos/história reprodutiva, fatores comportamentais/ambientais e fatores hereditários. Mulheres mais velhas, sobretudo a partir dos 50 anos de idade, têm maior risco de desenvolver a doença", destacou a mastologista e membro da Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM), Dra. Layza Belo.

Dados da SBM nos meses de abril e maio mostram que nos grandes centros hospitalares de oncologia — públicos e privados — houve uma queda de 75% no movimento cirúrgico em comparação ao mesmo período de 2019.

Já a Sociedade Brasileira de Cirurgia Oncológica (SBCO) indica que 70% dos procedimentos para retirada de tumores malignos em geral deixaram de acontecer em abril.

"É grave o fato de que exames e procedimentos tenham atrasado ainda mais esse ano por causa da pandemia. Isso faz com que os casos de câncer no Brasil sejam descobertos em fase mais avançada. Por isso, o mês de outubro destinado a campanha de rastreio ao câncer de mama será ainda mais importante nesse ano de 2020", disse, Dra. Layza.

É importante frisar que as mulheres precisam realizar de forma anual a mamografia e ultrassom de mamas, mesmo que a do ano anterior tenha sido normal. "Devemos tomar cuidado com o vírus, mas não podemos esqueçam das outras doenças", finalizou, Dra. Layza.


Notas

AME

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário