27 FEV 2021 | ATUALIZADO 21:06
EDUCAÇÃO
18/01/2021 08:43
Atualizado
18/01/2021 08:43

Primeiro dia de Enem é considerado tranquilo pela Polícia Militar do RN

A+   A-  
Segundo o coronel Castelo Branco, comandante da Operação Enem 2020 no estado, não houve ocorrências graves. "Tudo transcorreu dentro do esperado, na maior normalidade", afirmou. No total, 1.800 agentes de segurança pública estão escalados para garantir a tranquilidade dos candidatos nos 358 locais de provas, sendo 900 agentes por dia de aplicação.
Imagem 1 -
FOTO: GRABRIELA FERNANDES/INTER TV CABUGI

O primeiro dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no Rio Grande do Norte, realizado neste domingo (17), foi considerado tranquilo pela Polícia Militar.

No total, 1.800 agentes de segurança pública estão escalados para garantir a tranquilidade dos candidatos (900 por domingo).

Veja mais: Provas do Enem 2020 contarão com reforço policial de 1800 PMs por dia

Segundo o coronel Castelo Branco, comandante da Operação Enem 2020/2021 no estado, não houve ocorrências graves. "Tudo transcorreu dentro do esperado, na maior normalidade", afirmou.

Ainda de acordo com o oficial, a PM registrou apenas um ponto de aglomeração, na frente de uma faculdade na Av. Engenheiro Roberto Freire, na Zona Sul de Natal, e uma reclamação de som alto em um estabelecimento próximo de uma escola em São Gonçalo do Amarante, na Região Metropolitana da capital potiguar.

“Apesar disto, não houve necessidade de autuar ninguém por descumprimento das normas sanitárias por causa da Covid-19, e tudo foi rapidamente resolvido", destacou.

Em todo o estado, equipes da Polícia Militar estiveram presentes em todos os 358 locais de provas.

No próximo domingo, dia 24, a PM realizará a segunda etapa da Operação Enem, e novamente empregará um efetivo extra como garantia da ordem na aplicação das provas do Exame Nacional do Ensino Médio.

PRISÃO

Em Macaíba, um candidato recebeu voz de prisão durante a aplicação da prova. Segundo a Polícia Militar, havia um mandado de prisão em aberto contra o homem, que foi detido por policiais federais.


Notas

AME

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário