23 JUN 2021 | ATUALIZADO 18:15
MOSSORÓ
05/05/2021 14:45
Atualizado
05/05/2021 14:45

Projeto visa tornar Mossoró mais atrativa para a permanência das empresas

A+   A-  
O presidente da Câmara Municipal de Mossoró, vereador Lawrence Amorim (SD), apresentou um Projeto de Lei que pretende oferecer incentivos fiscais às startups que atuam em Mossoró. A iniciativa surgiu após reunião realizada com representantes dessas empresas, na semana passada, que relataram as dificuldades enfrentadas para manterem as sedes das startups na cidade. Se aprovado, as startups receberam incentivos no Imposto Sobre Serviços (ISS) e Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU).
Imagem 1 -
FOTO: EDILBERTO BARROS

O presidente da Câmara, vereador Lawrence Amorim (SD) apresentou, na sessão desta quarta-feira (5), um Projeto de Lei que pretende oferecer incentivos fiscais às startups que atuam em Mossoró.

A iniciativa do projeto surgiu após reunião realizada com representantes dessas empresas, na semana passada, que relataram as dificuldades enfrentadas para manterem as sedes das startups na cidade.

Veja mais:

Lawrence busca incentivos para permanência de startups em Mossoró


Se aprovado, as startups receberam incentivos no Imposto Sobre Serviços (ISS) e Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU).

“Incentivar a permanência dessas empresas é contribuir com o empreendedorismo e o desenvolvimento econômico de nossa cidade a médio e longo prazo. Nós, enquanto legisladores, devemos desenvolver políticas públicas de incentivo local, que visem estimular essas empresas para que permaneçam ou se instalem no município”, justifica Lawrence.

O vereador também vai participar de uma reunião, na tarde desta quarta-feira, com o prefeito Allyson Bezerra e com os empresários do setor. “Marcamos essa audiência com o prefeito para buscarmos, junto à Prefeitura de Mossoró, o apoio para esses empreendedores”.

MOÇÃO DE APOIO

Na sessão dessa quarta-feira, Lawrence Amorim também apresentou uma Moção de Apoio ao Marco Regulatório da Minigeração e Microgeração de Energia distribuída no Brasil, que será votado nos próximos dias, no Congresso Nacional.

“É uma iniciativa importante, que vai ampliar o acesso dos brasileiros à energia solar. A energia fotovoltaica gera empregos no Brasil, além de ser 100% limpa e renovável. O projeto vai beneficiar o Brasil na geração de empregos e na preservação do meio ambiente e merece nosso apoio e reconhecimento”, afirmou.


Notas

Posto JP - Maio de 2021

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário