26 SET 2021 | ATUALIZADO 13:50
VARIEDADES
29/06/2021 22:48
Atualizado
29/06/2021 22:52

Por que contratar um tradutor jurídico especializado?

A+   A-  
Com a necessidade de tradução rápida de conteúdos o tempo todo, estamos acostumados a nos apoiarmos em tradutores automáticos. E embora eles ajudem em situações simples, como conversas em viagens e pedidos de informação, na tradução de textos mais complexos é preciso ir além.
Imagem 1 -  Com a necessidade de tradução rápida de conteúdos o tempo todo, estamos acostumados a nos apoiarmos em tradutores automáticos. E embora eles ajudem em situações simples, como conversas em viagens e pedidos de informação, na tradução de textos mais complexos é preciso ir além.
Com a necessidade de tradução rápida de conteúdos o tempo todo, estamos acostumados a nos apoiarmos em tradutores automáticos. E embora eles ajudem em situações simples, como conversas em viagens e pedidos de informação, na tradução de textos mais complexos é preciso ir além.

Num mundo cada vez mais conectado, em que as culturas estão cada vez mais multifacetadas e interligadas, as traduções jurídicas são também mais comuns. São muitos os advogados e profissionais da área que precisam que seus textos sejam interpretados e transcritos para novos idiomas.

Se esse é o seu caso, você trabalha na área e precisa de uma tradução legal, saiba que existem vários motivos para você optar por um tradutor especializado, ainda que você seja bilíngue. Pra começar, na tradução jurídica não basta traduzir literalmente um conteúdo: existem pormenores de natureza legal que precisam ser observados e uma série de fatores que vamos explicar a seguir:


Por que motivo precisa de um tradutor legal especializado?

Com a necessidade de tradução rápida de conteúdos o tempo todo, estamos acostumados a nos apoiarmos em tradutores automáticos. E embora eles ajudem em situações simples, como conversas em viagens e pedidos de informação, na tradução de textos mais complexos é preciso ir além.

Ao mesmo tempo, contratar um desconhecido pode ser um tiro no escuro. Existe uma grande diferença entre entender o conceito geral e ter certeza da mensagem, e um tradutor generalista pode simplesmente ser alguém que conhece um outro idioma, mas desconhece as terminologias e conceitos do âmbito jurídico.

Sendo assim, é imprescindível a busca por um tradutor especializado no assunto, geralmente encontrado em empresas de tradução, como a Protranslate. É que empresas do ramo contam com um leque de profissionais especializados nos mais diversos campos do direito, garantindo que as traduções sejam de qualidade. E textos jurídicos exigem um sólido domínio de ambos os sistemas jurídicos (da língua nativa e da destino), algo que apenas um profissional especializado tem.


Não posso simplesmente ser eu a fazer?

Muitos profissionais da área de direito falam uma segunda língua, e por conta disso às vezes tentam fazer as suas próprias traduções jurídicas. Esse costuma ser um erro porque falar uma lingua não significa dizer que sua escrita será coerente e fará sentido. Sem contar que, embora os conceitos em dois sistemas jurídicos possam ter elementos em comum, raramente eles são idênticos.

Aliás, a verdade é que o conceito jurídico pode nem mesmo existir no sistema da língua de destino, e só um especialista que está ciente do sistema de legislação dos dois países consegue entender e adaptar dois idiomas para que não haja prejuízos no conteúdo.


Concluindo

Não dá para confiar o seu conteúdo nas mãos de quem não entende o assunto já que muita coisa pode dar errado quando uma tradução jurídica apresenta erros. Desde o cancelamento de contratos a sentenças totalmente equivocadas. O risco é grande para uma solução que poderia ser tão simples quanto contratar uma empresa especialista.


Notas

Posto JP - Maio de 2021

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário