27 MAI 2022 | ATUALIZADO 23:55
POLÍCIA
15/09/2021 11:48
Atualizado
15/09/2021 12:23

Acusado de torturar quilombola em Portalegre já responde a processo por racismo

A+   A-  
O MOSSORÓ HOJE teve acesso ao processo instaurado pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte contra Alberan de Freitas Epifânio, em virtude de ofensas racistas proferidas por ele contra um rapaz que o procurou para falar sobre uma placa de carro. O caso aconteceu em junho de 2020.
Imagem 1 -
FOTO: REPRODUÇÃO

Nesta quarta-feira (15) a reportagem do Portal MOSSORÓ HOJE teve acesso a um outro processo judicial, em desfavor de Alberan de Freitas Epifânio, movido pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte.

Alberan, cujo nome veio a público esta semana, após ter sido acusado de amarrar, arrastar e torturar um quilombola no município de Portalegre, já responde a um processo por injúria racial.

Veja mais:

"Quantas vezes for preciso eu faço”, diz acusado de torturar quilombola em Portalegre


De acordo com a denúncia, em 26 de junho de 2020 ele teria proferido ofensas racistas contra um rapaz, cujo nome não iremos citar, após este tê-lo procurado para falar sobre uma placa de carro.

O crime foi presenciado por duas pessoas que estão citadas no processo como testemunhas do caso. Veja o processo AQUI

O caso mais recente, sobre a tortura do quilombora, está sendo investigado pela polícia civil, tramitando na delegacia de Portalegre.

Por meio de nota,   o MPRN também se manifestou, informando que já determinou a abertura de inquérito policial sobre o caso. Veja abaixo:

Nota à imprensa

Sobre os fatos registrados na cidade de Portalegre e divulgados na imprensa, o MPRN informa que remeteu o material recebido à Polícia Civil e que determinou a abertura de inquérito policial. Os fatos estão sendo investigados, já estando o delegado presidente do inquérito colhendo depoimentos e imagens. Logo após o término da investigação, esse inquérito será remetido para ao MPRN, que é titular da ação penal, para tomar as medidas necessárias.

Diretoria de Comunicação

Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário