30 JUN 2022 | ATUALIZADO 18:23
EDUCAÇÃO
21/06/2022 11:50
Atualizado
21/06/2022 11:50

Cerca de 500 alunos de duas escolas de Mossoró serão beneficiados com internet banda larga gratuita

A+   A-  
Os alunos das escolas municipais Manoel Assis e Raimunda Nogueira do Couto vão receber chips com pacotes de 20Gbs, por meio do programa “Internet Brasil”. O programa é uma iniciativa do Governo Federal, através do Ministério das Comunicações, que busca levar conexão em banda larga móvel gratuita para crianças e adolescentes inseridos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico).
Imagem 1 -
FOTO: REPRODUÇÃO

Cerca de 500 alunos de duas escolas da Rede Municipal de Ensino de Mossoró serão beneficiados com a entrega de chips com pacotes de 20Gbs, por meio do programa “Internet Brasil”.

O programa é uma iniciativa do Governo Federal, através do Ministério das Comunicações, que busca levar conexão em banda larga móvel gratuita para crianças e adolescentes inseridos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico).

No Rio Grande do Norte, apenas duas cidades fazem parte desta primeira etapa do “Internet Brasil”: Mossoró e Caicó, municípios que já são atendidos pelo programa “Nordeste Conectado”.

A entrega simbólica dos chips ocorreu na última sexta-feira (17), na capital potiguar, Natal, em solenidade que contou com a presença do presidente Jair Bolsonaro e do ministro das Comunicações, Fábio Faria.

As escolas contempladas em Mossoró são a Manoel Assis e Raimunda Nogueira do Couto. Alunos destas unidades acompanharam a cerimônia de lançamento do programa no RN, recebendo simbolicamente os chips.

“A perspectiva é de que 500 alunos recebam chips com internet gratuita nas duas escolas. Essa iniciativa democratiza o acesso à informação, promove inclusão digital e ainda contribui com a redução da evasão de estudantes”, destacou a secretária municipal de Educação, Hubeônia Alencar.

A lei que instituiu o programa “Internet Brasil” foi sancionada no fim de maio pelo presidente Jair Bolsonaro. O programa foi criado em dezembro de 2021, por meio de Medida Provisória. Já o processo de implementação foi consolidado no final de abril, via Portaria Interministerial nº 5.193/2022 dos ministérios das Comunicações (MCom) e da Educação (MEC).

O programa será executado de forma gradual, na medida da disponibilidade orçamentária e financeira, de requisitos técnicos à oferta do serviço e dos critérios de priorização. Caberá às escolas cujos alunos serão beneficiados pelo programa receber e distribuir os chips do “Internet Brasil” e registrar a distribuição.

Em todo o Brasil, serão entregues 700 mil chips, contemplando ainda em sua fase inicial as cidades de Caruaru (PE), Petrolina (PE), Juazeiro (BA) e Campina Grande (PB).

"Os estudantes vão receber um chip para que possam ter acesso à internet em casa. Vamos começar com 700 mil chips, mas vamos chegar a 14 milhões do Cadastro Único para acessar conteúdos de forma gratuita", pontuou o ministro Fábio Faria. "Vocês, crianças, vão ter 5G nas escolas, vão usar a tecnologia e serão os adultos que vão modificar o Brasil", concluiu.


Notas

UNP 27 de junho de 2022

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário