25 JUL 2024 | ATUALIZADO 18:39
MOSSORÓ
ANNA PAULA BRITO
16/11/2022 10:48
Atualizado
16/11/2022 10:55

Adolescente precisa de R$ 12 mil até o dia 21 de novembro para realizar cirurgia e evitar a perda da visão

A+   A-  
Gustavo Cledson Marrocos Ventura, de apenas 16 anos, sofre de um quadro chamado “Doença de Coats”, que é causado por um problema nas artérias e veias dentro do olho, que fornecem sangue e oxigênio para a retina”. Ele perdeu a visão do olho direito aos 13 anos e, recentemente, também começou a perder a visão do olho esquerdo. Para evitar que o menino fique totalmente cego, a família iniciou uma verdadeira corrida contra o tempo para realizar uma cirurgia de urgência. Para isso, precisa juntar o valor de R$ 12 mil até a próxima segunda-feira (21), para que o procedimento seja realizado na terça (22); saiba como ajudar.
Imagem 1 -  Adolescente precisa de R$ 12 mil até o dia 21 de novembro para realizar cirurgia e evitar a perda da visão. Gustavo Cledson Marrocos Ventura, de apenas 16 anos, sofre de um quadro chamado “Doença de Coats”, que é causado por um problema nas artérias e veias dentro do olho, que fornecem sangue e oxigênio para a retina”. Ele perdeu a visão do olho direito aos 13 anos e, recentemente, também começou a perder a visão do olho esquerdo. Para evitar que o menino fique totalmente cego, a família iniciou uma verdadeira corrida contra o tempo para realizar uma cirurgia de urgência. Para isso, precisa juntar o valor de R$ 12 mil até a próxima segunda-feira (21), para que o procedimento seja realizado na terça (22); saiba como ajudar.
Adolescente precisa de R$ 12 mil até o dia 21 de novembro para realizar cirurgia e evitar a perda da visão. Gustavo Cledson Marrocos Ventura, de apenas 16 anos, sofre de um quadro chamado “Doença de Coats”, que é causado por um problema nas artérias e veias dentro do olho, que fornecem sangue e oxigênio para a retina”. Ele perdeu a visão do olho direito aos 13 anos e, recentemente, também começou a perder a visão do olho esquerdo. Para evitar que o menino fique totalmente cego, a família iniciou uma verdadeira corrida contra o tempo para realizar uma cirurgia de urgência. Para isso, precisa juntar o valor de R$ 12 mil até a próxima segunda-feira (21), para que o procedimento seja realizado na terça (22); saiba como ajudar.
FOTO: CEDIDA

Um adolescente de apenas 16 anos, da cidade de Mossoró, está correndo contra o tempo para não ficar cego. Gustavo Cledson Marrocos Ventura, de apenas 16 anos, sofre de um quadro chamado “Doença de Coats”, que é causado por um problema nas artérias e veias dentro do olho, que fornecem sangue e oxigênio para a retina.

Gustavo perdeu a visão do olho direito aos 13 anos. Recentemente, devido ao agravamento da doença, também começou a perder a visão do olho esquerdo.

A irmã de Gustavo, Jordana Marrocos, contou ao MOSSORÓ HOJE que o problema se agravou há cerca de 5 meses e, atualmente, ele só está com 5% da visão.

O menino chegou a fazer seis sessões de tratamento a laser no olho esquerdo, utilizou medicamentos de custo elevado, mas a doença seguiu avançando.

Diante disto, para não ficar totalmente cego, Gustavo precisa passar por uma cirurgia de retina, com urgência. No entanto, o procedimento custa cerca de R$ 12 mil, valor que a família está tentando arrecadar até a próxima segunda-feira (21), para que a cirurgia seja realizada na terça (22).

Os interessados em ajudar, podem realizar doações de qualquer valor por meio do PIX/Celular 84987259389, em nome de Jordana Samara Marrocos Ventura.

Apesar de ter perdido a visão do olho direito aos 13 anos, Gustavo tem levado uma vida normal. Estuda, joga bola com os amigos, está cursando o 8º ano do ensino fundamental na Escola Municipal Raimunda Nogueira do Couto, no bairro Santo Antônio.

No entanto, quando começou a sentir os sintomas da doença no olho esquerdo, o adolescente passou a ter dificuldades na escola. Segundo Jordana, ele “saía de casa bonzinho e voltava reclamando que a vista estava embaçada”.

Na doença de Coats, os vasos sanguíneos estão dilatados, torcidos anormalmente e com vazamentos. O quadro impede o fluxo normal de sangue e permite que o fluido vaze dos vasos sanguíneos, causando um acúmulo de gordura na retina.

Se uma grande quantidade de líquido se acumular, pode causar um descolamento da retina e perda de visão. Exatamente o que está acontecendo com o adolescente.

Devido a este sangramento, Gustavo foi orientado pelo oftalmologista a permanecer em repouso total até a realização da cirurgia. Uma rotina que vem trazendo sofrimento a toda a família.

“A gente sofre junto, porque ele quer ir jogar bola e minha mãe não deixa, ele quer ficar no celular e a gente pede pra evitar, aí ele chora e diz que agora não pode fazer mais nada. Realmente estão sendo dias difíceis, tanto para ele, quanto pra gente”, explica Jordana.

A irmã contou, ainda, que, caso consigam juntar a quantia até amanhã (17), o médico se disponibilizou a cancelar sua agenda para realizar a cirurgia de Gustavo ainda na sexta (18).

“Estamos aí, fazendo essa campanha, correndo contra o tempo, pra ver se a gente consegue, porque a doença está avançando muito rápido e ele realmente tá perdendo a visão”, finalizou Jordana.


Notas

Relativa

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário