05 MAR 2024 | ATUALIZADO 08:15
MUNDO
COM INFORMAÇÕES DO G1
14/03/2023 11:36
Atualizado
14/03/2023 11:36

Crise: Meta anuncia demissão em massa de 10 mil funcionários e congelamento de vagas

A+   A-  
O anúncio foi feito nesta terça-feira (14). A Meta é dona do Facebook, Instagram e WhatsApp. Esta é a segunda demissão em massa em menos de 5 meses na empresa. Em novembro do ano passado, a companhia já havia desligado cerca de 11 mil funcionários, representando 13% de sua força de trabalho, o maior corte de sua história.
Imagem 1 -  Crise: Meta anuncia demissão em massa de 10 mil funcionários e congelamento de vagas. O anúncio foi feito nesta terça-feira (14). A Meta é dona do Facebook, Instagram e WhatsApp. Esta é a segunda demissão em massa em menos de 5 meses na empresa. Em novembro do ano passado, a companhia já havia desligado cerca de 11 mil funcionários, representando 13% de sua força de trabalho, o maior corte de sua história.
Crise: Meta anuncia demissão em massa de 10 mil funcionários e congelamento de vagas. O anúncio foi feito nesta terça-feira (14). A Meta é dona do Facebook, Instagram e WhatsApp. Esta é a segunda demissão em massa em menos de 5 meses na empresa. Em novembro do ano passado, a companhia já havia desligado cerca de 11 mil funcionários, representando 13% de sua força de trabalho, o maior corte de sua história.
FOTO: REPRODUÇÃO

Em uma segunda rodada de cortes, a Meta — dona de Facebook, Instagram e WhatsApp — anunciou, nesta terça-feira (14), a demissão em massa de 10 mil funcionários e o congelamento de vagas abertas.

Esta é a segunda demissão em massa em menos de 5 meses na Meta. Em novembro do ano passado, a companhia já havia desligado cerca de 11 mil funcionários, representando 13% de sua força de trabalho -- o maior corte de sua história.

Em um novo comunicado, intitulado como o "Ano da Eficiência da Meta", Mark Zuckerberg, presidente-executivo da Meta, afirma que os objetivos da empresa a partir de agora são melhorar o desempenho financeiro e "nos tornar uma empresa de tecnologia melhor".

"Esperamos reduzir o tamanho de nossa equipe em cerca de 10.000 pessoas e fechar cerca de 5.000 funções abertas adicionais que ainda não contratamos", disse Zuckerberg.

"Isso será difícil e não há como contornar isso. Significará dizer adeus a colegas talentosos e apaixonados que fizeram parte do nosso sucesso", completou.


Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário