03 MAR 2024 | ATUALIZADO 23:26
ESTADO
15/08/2023 16:58
Atualizado
15/08/2023 22:26

Para reformar, SESAP vai precisar transferir atendimentos do Tarcísio Maia

A+   A-  
O plano de obras da unidade foi apresentado nesta segunda-feira (14), pela Sesap. A reforma, que será custeada com mais de 6.647.150,00, do mandato do senador @senadorstyvensonvalentim e 4.979.212,00 dos cofres do Estado, irá contemplar desde o centro cirúrgico até o estacionamento, passando ainda por urgência e emergência, pediatria e nutrição. Para isso ser efetivado, será necessária a mudança de muitos serviços do HRTM O plano de reforma do hospital, montado pelas áreas técnicas da Sesap, inclui a necessidade de transferir setores do Tarcísio Maia para duas outras unidades dentro de Mossoró, o Hospital da Mulher e o Hospital da Polícia Militar. A expectativa é de que a ordem de serviço para início das obras seja assinada na próxima semana.
Imagem 1 -  O plano de obras da unidade foi apresentado nesta segunda-feira (14), pela Sesap.  A reforma, que será custeada com mais de 6.647.150,00, do mandato do senador @senadorstyvensonvalentim e 4.979.212,00 dos cofres do Estado, irá contemplar desde o centro cirúrgico até o estacionamento, passando ainda por urgência e emergência, pediatria e nutrição.  Para isso ser efetivado, será necessária a mudança de muitos serviços do HRTM  O plano de reforma do hospital, montado pelas áreas técnicas da Sesap, inclui a necessidade de transferir setores do Tarcísio Maia para duas outras unidades dentro de Mossoró, o Hospital da Mulher e o Hospital da Polícia Militar.  A expectativa é de que a ordem de serviço para início das obras seja assinada na próxima semana.
O plano de obras da unidade foi apresentado nesta segunda-feira (14), pela Sesap. A reforma, que será custeada com mais de 6.647.150,00, do mandato do senador @senadorstyvensonvalentim e 4.979.212,00 dos cofres do Estado, irá contemplar desde o centro cirúrgico até o estacionamento, passando ainda por urgência e emergência, pediatria e nutrição. Para isso ser efetivado, será necessária a mudança de muitos serviços do HRTM O plano de reforma do hospital, montado pelas áreas técnicas da Sesap, inclui a necessidade de transferir setores do Tarcísio Maia para duas outras unidades dentro de Mossoró, o Hospital da Mulher e o Hospital da Polícia Militar. A expectativa é de que a ordem de serviço para início das obras seja assinada na próxima semana.
FOTO: REPRODUÇÃO

Dentro das próximas semanas, o Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM), que atualmente atende a uma população que se aproxima de 1 milhão de habitantes, começa a passar por uma das maiores mudanças estrutural de seus 37 anos de história, atendendo ao povo de Mossoró e de toda a região.

Um investimento de R$ 10,3 milhões (R$ 6.647.150,00 oriundo do mandato do senador Styvenson Valentim e R$ 4.979.212,00 do Governo Estado), vai ampliar diversos setores da principal unidade de saúde pública do Oeste Potiguar, desde o centro cirúrgico até o estacionamento, passando ainda por urgência e emergência, pediatria e nutrição. Além dos recursos para reformar a estrutura física, o senador Styvenson Valentim também destinou outros cinco milhões para comprar equipamentos. Neste caso, parte já foi adquirida e aguarda a reforma para serem instalados.

Para isso ser efetivado, será necessária a mudança de muitos serviços do HRTM.

O plano de reforma do hospital montado pelas áreas técnicas da Secretaria de Estado da Saúde Pública inclui a necessidade de transferir setores do Tarcísio Maia para duas outras unidades dentro da própria Mossoró: Hospital da Mulher e Hospital da Polícia Militar.

A mudança será gradual, dividida em cinco etapas até dezembro, garantindo o pleno atendimento à população durante todo a obra de forma. A primeira etapa do plano está programada para ocorrer entre o fim deste mês e o início de setembro, com transferências de parte do centro cirúrgico e de leitos para o Hospital da PM.

O plano total foi apresentado pela Sesap na tarde desta segunda-feira (14), em Mossoró, a representantes de órgãos de controle, parlamentares, conselhos de classe e entidades privadas e filantrópicas. Durante a reunião foi apresentado o cronograma da obra no Tarcísio Maia, com o estudo de viabilidade para as transferências temporárias de serviços.

A Sesap destacou ainda que o funcionamento compartilhado entre Hospital da Mulher e parte da estrutura do Hospital Tarcísio Maia não vai impedir o planejamento de expansão dos serviços da nova unidade, inaugurada em dezembro de 2022, que seguirá seu cronograma de instalação dos novos serviços e ambulatórios nos próximos meses.

A expectativa é de que a ordem de serviço do Hospital Tarcísio Maia seja assinada na próxima semana.


Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário