30 OUT 2020 | ATUALIZADO 15:39
MOSSORÓ
Da redação
11/12/2015 17:51
Atualizado
08/02/2019 17:32

Veja história do radialista e vereador Otoniel Maia

A+   A-  
Ele sofreu uma parada cardiorrespiratória, chegando a ser internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Wilson Rosado, mas não resistiu. CONHEÇA SUA TRAJETORIA.
Imagem 1 -
Arquivo Pessoal

Morreu no final da manhã desta sexta-feira (11), aos 69 anos, o radialista e vereador de Felipe Guerra Otoniel Maia de Oliveira. Ele faleceu após complicações no seu quadro de saúde.

Otoniel Maia, bastante conhecido na cidade de Mossoró e região devido aos trabalhos desenvolvidos na área da comunicação, sofria com problemas de saúde há vários meses.

Nesta sexta, ele sofreu uma parada cardiorrespiratória, chegando a ser internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Wilson Rosado, mas não resistiu.

Conheça um pouco de sua história (por Geraldo Fernandes / Rede News 360)

No dia 15 de setembro de 1946, nascia na região de Cachoeira no município de Caraúbas/RN, um menino pobre que, com 3 dias de idade, foi para o sítio Santana, na cidade de Felipe Guerra, sendo ele adotado pelo casal, Júlio Gersindo de Oliveira e Maria Nazaré de Oliveira, e este casal, colocaram o nome desse menino de Otoniel Maia de Oliveira.

Segundo relatos do povo da comunidade de Santana é que seu Júlio tinha muito orgulho do seu filho, e ele dizia para todo mundo que a Santana ainda iria se orgulhar muito de Otoniel Maia.

Infância e adolescência

Otoniel foi uma criança muito feliz como qualquer criança que vive no interior, mas muito cedo começou a ajudar o seu pai na luta diária. Otoniel antes de ser locutor teve muitas profissões como, por exemplo: vendedor de melancia, batata e tecidos, tudo isto em cima de uma carroça, puxada pelo seu burro, que se chamava pavão, às vezes na jumenta Corneta, dois animais que ele possuía na época. Otoniel casou-se com “Lizete” no dia 13/12/1965, passou muitas dificuldades na comunidade de Santana, às vezes não tinha nem o que comer.

Mossoró

Ele vendo que a Santana não tinha como, sobreviver arrumou sua trouxa de roupa e foi morar na cidade de Mossoró. No ano de 1968 ao chegar à cidade de Mossoró, seu primeiro trabalho foi fazendo propaganda de rua nas casas Pernambucanas, depois no Armazém do Povo. Seu talento de locutor foi descoberto por Everí Costa, pois o mesmo lhe convidou para trabalhar como apresentador musical na rádio Difusora de Mossoró, passou alguns tempos, depois foi trabalhar na rádio Tapuio, apresentando o programa Patrulha da Cidade, o programa de maior audiência da rádio Mossoroense. Passou 30 anos na rádio Tapuio e depois voltou para a rádio Difusoura, para apresentar o Programa Cidade Aflita juntamente com José Antônio.

Otoniel também teve uma rápida passagem pela rádio Libertadora, radio rural, também foi repórter policial do Jornal O Mossoroense e trabalhou como repórter da TV ponta Negra, e recentemente se apresentava na TV Mossoró.

Otoniel como repórter policial foi uma das pessoas mais conhecidas na cidade de Mossoró, goza de grandes amizades como por exemplo, o desembarcador Dr. Expedito Ferreira de Souza, dr. Armando Lúcio, Laíre Rosado e tantos outros, mais ele costuma dizer que os maiores amigos dele foram Ving-Rosado e Dix-Huit Rosado.

Conheceu Fátima em 1975 quando ela tinha 15 anos, hoje Otoniel tem nove filhos, sendo 5 com Lizete e quatro com dona Fátima, com quem hoje é casado e ambos são evangélicos.

Otoniel Maia foi um dos repórteres mais corajosos do rádio mossoroense. Fez muitas entrevistas como por exemplo com Valdetário Carneiro e tantos outros. Otoniel Maia foi um vencedor, ao sair do sítio Santana, sem nada na vida, e conseguir lugar de destaque na cidade de Mossoró, onde formou a maioria de seus filhos, como dr. Junior e dr. Alison, dois advogados residentes na Cidade de Mossoró. Otoniel também tem dois filhos na gloriosa Policia Militar, sendo ele Jair Maia de Oliveira e Gibson Maia de Oliveira, ambos são sargentos da PM.

Família

A família de Otoniel Maia é dividida em duas esposas, mesma assim existe um respeito muito grande entre elas. Para se ter uma ideia, Otoniel muitas vezes andava com elas duas sem nenhuma dificuldade, os filhos dele com Lizete são: Itamira, Jair, Gibson, Gledson e Indira. Seus filhos com a professora Fatima Maximina, são: Glenda, Otoniel Maia Jr, Alisson e Ana Kele.

Saúde    

Otoniel Maia no auge da sua juventude, foi uma pessoa que ingeria muita bebida alcoólica, e isso trouxe muitos problemas para sua saúde, tanto é que ele teve dois Infartos, câncer, diabetes, hipertensão, faz hemodiálise e em 2012 teve que amputar uma das suas pernas.

Política

Morando em Mossoró e apresentando um programa policial, Otoniel Maia fez muitas amizades e o povo de Santana, quando se via em apuros, que fosse à saúde ou em qualquer outra situação, recorria aos favores de Otoniel Maia, e ele de pronto atendia. A sua casa em Mossoró era uma verdadeira casa de apoio para o povo da região.

Em 1990, Otoniel resolveu a apoiar Antônio Capistrano para deputado estadual. Para supressa de todos, o seu deputado foi o 4º colocado com mais de 300 mil votos e, em 1992, a convite de Raimundo Pascoal e Hugo Costa, resolveu ser candidato a vereador, sendo ele eleito com 219 votos, mas em 1996, aconteceu o que ninguém esperava, Otoniel perde seu mandato de vereador, tirando apenas 197 votos, entretanto, ele assumiu seu mandato como primeiro suplente, haja visto que José Wandilson era eleito e foi assumir a Secretaria de Educação. No ano de 2000, Otoniel Maia é eleito novamente com 345 votos, mas no final deste mesmo ano, Otoniel racha com Hugo Costa, e é eleito no dia 1 de janeiro de 2001 presidente da Câmara Municipal, com total apoio da oposição.

Em 2004, foi o ano mais difícil para Otoniel se reeleger, haja vista que na Santana seu principal reduto eleitoral neste ano teve 3 candidatos, além dele, Joel Canela e Nelson Menezes, sendo este último candidato oficial do PMDB. Mesmo assim, ele foi eleito com 259 votos. Em 2008, já firmado na oposição, ele é eleito com tranquilidade tirando 369 votos, e em 2012 com 12 anos na oposição, Otoniel é eleito novamente tirando 354 votos.

Notas

AME

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário