03 MAR 2024 | ATUALIZADO 23:26
POLÍCIA
ANNA PAULA BRITO
30/11/2023 18:27
Atualizado
30/11/2023 18:43

Bope promove palestra para profissionais de segurança sobre prevenção a suicídios

A palestra, ministrada pelo BOPE de Natal, aconteceu na tarde desta quinta-feira (30), no auditório do Ministério Público, em Mossoró. De acordo com o comandante do 12º Batalhão de Polícia Militar de Mossoró, Tenente-Coronel Andrelino, o objetivo do evento foi preparar os policiais para que saibam como lidar quando se depararem com situações onde pessoas estão ameaçando tirar suas próprias vidas. Segundo o comandante, este tipo de ocorrência tem sido comum no município e é importante que as forças de segurança estejam preparadas para atendê-las da melhor maneira possível.
Bope promove palestra para profissionais de segurança sobre prevenção a suicídios. A palestra, ministrada pelo BOPE de Natal, aconteceu na tarde desta quinta-feira (30), no auditório do Ministério Público, em Mossoró. De acordo com o comandante do 12º Batalhão de Polícia Militar de Mossoró, Tenente-Coronel Andrelino, o objetivo do evento foi preparar os policiais para que saibam como lidar quando se depararem com situações onde pessoas estão ameaçando tirar suas próprias vidas. Segundo o comandante, este tipo de ocorrência tem sido comum no município e é importante que as forças de segurança estejam preparadas para atendê-las da melhor maneira possível.
FOTO: CEDIDA/95FM

Militares do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) de Natal ministraram uma palestra sobre prevenção de suicídio, nesta quinta-feira (30), em Mossoró.

O evento, realizado no auditório do Ministério Público, foi voltado à policiais militares, bombeiros militares e pessoas que atuam direta ou indiretamente junto às forças de segurança. Cerca de 70 profissionais estiveram presentes.

De acordo com o comandante do 12º Batalhão de Polícia Militar de Mossoró, Tenente-Coronel Andrelino, o objetivo da palestra foi preparar os policiais para que saibam como lidar quando se depararem com situações onde pessoas estão ameaçando tirar suas próprias vidas.

Segundo o comandante, este tipo de ocorrência tem sido comum no município e é importante que as forças de segurança estejam preparadas para atendê-las da melhor maneira possível.

“Estamos treinando nossos policiais para atuar e entender como funciona a cabeça dessas pessoas que estão tentando ceifar suas próprias vidas. Quanto vale uma vida? É imensurável. Então nossos policiais estão juntamente aprendendo a dialogar com essas pessoas”, diz.

Andrelino lembra que o trabalho não termina no momento em que aquela vida é salva, mas que é preciso que exista um acompanhamento posterior dessas pessoas.

“Futuramente, a gente quer ter até um documento para buscar essas pessoas, para trazê-las para perto da polícia militar, para que tenham um acompanhamento”.


Notas

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário